ARCO BRASIL
Atenção seguir as regras abaixo para comprar ou vender no fórum. Quem não seguir as regras será banido, tera os IPs bloqueados e tópico deletado. Sem exceção à regra!

Leia as regras no tópico abaixo:

http://www.arcobrasil.com/t42-regras-basicas-leia-com-atencao-antes-de-postar-um-topico
ARCO BRASIL

Fórum sobre Arco e Flecha (e tudo que for relacionado ao tema) para reunir todos os entusiastas deste esporte seja para competição ou lazer.
 
InícioCalendárioFAQMembrosRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 "contos e causos"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 8:36 pm

iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
Vixi, e o medo? Tava fresco o defunto awe?

foi da madrugada! andei mais uns 10 metros a frente e vi a cabeça e a coluna vertebral do tatu! kkkk

é de impressionar a força que esse animal tem! incrível mesmo, vira e mexe eu vejo um resto de cateto, mas só pega os filhotes! os grandes nao pega nao!

Sinto cheiro de uma boa amizade e parceria nas passeadas. Aqui tem muito peba... rapaz tava dando uma volta quando me espantei meu pé entrou num buraco que cabia nego grande dentro. Vez ou outra passa uns tatu, acho o bixo bonito de mais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 8:43 pm

lyonfreedom escreveu:
iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
Vixi, e o medo? Tava fresco o defunto awe?

foi da madrugada! andei mais uns 10 metros a frente e vi a cabeça e a coluna vertebral do tatu! kkkk

é de impressionar a força que esse animal tem! incrível mesmo, vira e mexe eu vejo um resto de cateto, mas só pega os filhotes! os grandes nao pega nao!

Sinto cheiro de uma boa amizade e parceria nas passeadas. Aqui tem muito peba... rapaz tava dando uma volta quando me espantei meu pé entrou num buraco que cabia nego grande dentro. Vez ou outra passa uns tatu, acho o bixo bonito de mais.

Opaa tamo junto meu amigo, e o bom que pra tatu o girau pode ser baixinho pra vigiar, a queda nao é tao grande! tu é de teresina ne?

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 8:46 pm

Então lyonfreedon, esse pessoa que n tem condições de e realmente sobreviven dessas caça é perefeitamente aceitavel e eu ja conversei com alguns policiais que me falara que realmente tem ordens para n mexer com essas pessoas, porem se tiver denuncia de armas ai eles tem que ir averiguar e apreender, eu msm ja comi muito teiu em casas umildes ai no meu pernambuco, o almoço era um prato de angu e um belo caldo de teiu mais uns pedaços do msm, eu msm ja dei muita espingarda pra esse pessoal, as vezes espingarda que eu gostava muito eu deixava la, quando chegava na rua comprava outra e levava pra ele com umas munições e trasia a minha devolta, a alegria que se via era imprecionante, chegava com um pouco de chumbo, espoleta e polvora, eles ficavam feliz pq sabia q iam ter oq comer mais uns dias!
Ai muitos devem se perguntar, "mais pq n trabalha pra comer"? Trabalhar em que?? A seca la é braba, la so se acha em que trabalhar quando chove, ai sim , platam, fazem cercas pra os bodes n comerem as lavouras, nesses periodos a caça é esquecida completamente! So que oq se planta é pra comer, plantam uma vez só pra comer o ano inteiro, so vendem uma pequena parte do milho pra compra arroz, pq o resto vira angu e ração pros bichos! É uma vida sofrida vei, mais que eu me orgulho de ter feito parte dela!

Obs: desculpa o desabafo ai galera!!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 8:49 pm

carlos ferreira escreveu:
Então lyonfreedon, esse pessoa que n tem condições de e realmente sobreviven dessas caça é perefeitamente aceitavel e eu ja conversei com alguns policiais que me falara que realmente tem ordens para n mexer com essas pessoas, porem se tiver denuncia de armas ai eles tem que ir averiguar e apreender, eu msm ja comi muito teiu em casas umildes ai no meu pernambuco, o almoço era um prato de angu e um belo caldo de teiu mais uns pedaços do msm, eu msm ja dei muita espingarda pra esse pessoal, as vezes espingarda que eu gostava muito eu deixava la, quando chegava na rua comprava outra e levava pra ele com umas munições e trasia a minha devolta, a alegria que se via era imprecionante, chegava com um pouco de chumbo, espoleta e polvora, eles ficavam feliz pq sabia q iam ter oq comer mais uns dias!
Ai muitos devem se perguntar, "mais pq n trabalha pra comer"? Trabalhar em que??  A seca la é braba, la so se acha em que trabalhar quando chove, ai sim , platam, fazem cercas pra os bodes n comerem as lavouras, nesses periodos a caça é esquecida completamente! So que oq se planta é pra comer, plantam uma vez só pra comer o ano inteiro, so vendem uma pequena parte do milho pra compra arroz, pq o resto vira angu e ração pros bichos! É uma vida sofrida vei, mais que eu me orgulho de ter feito parte dela!

Obs: desculpa o desabafo ai galera!!

Po carlão muito legal o que você escreveu e é por isso que te admiro!

faço das suas palavras as minhas! só quem viveu isso sabe a dificuldade que se passa em lugares assim,meu pai fala que quando era criança nao tinha o que comer e minha avó fazia pra eles angu de banana verde e hoje eu vejo aonde meu pai chegou e tenho muito orgulho dele!

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 9:14 pm

E pode ter msm viu iure, pq o cara vim de baixo e segurar o taco n é facio n cara! Eu vi e senti na pele oq minha mãe passou pra me criar, o canalha do meu pai abandonou a gente dentro de SP, eu com 4anos, minha mãe sem emprego, a sorte era que do lado da nossa casa morava um vereador que n lembro mais o nome, que pra ajudar comprou as coisas que a gente tinha por um valor bem acima doque valia, ai foi que a gente foi embora pra pernambuco, morarbem uma casa de taipa,(pau-a-pique) com luz de candinheiro, comendo oq minha vó e os outros davam! Carne?? So de peixe pq meus tios pescavam e de passarinho que eles caçavam, comi tanto angu com mócó na minha vida que só deus sabe o quanto. E é por isso que hj quando vejo a sintuação do meu nordeste com a seca, eu choro, chingo me revolto! Pq eu vivi isso a 20anos atraz e hj esta do msm jeito, tem criança vivendo como eu vivi, sofrendo oq eu sofri!

Obs: desculpa ai galera mais me emociono ao falar de meu lugar ecacabo falando de mais!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 9:17 pm

carlos ferreira escreveu:
Então lyonfreedon, esse pessoa que n tem condições de e realmente sobreviven dessas caça é perefeitamente aceitavel e eu ja conversei com alguns policiais que me falara que realmente tem ordens para n mexer com essas pessoas, porem se tiver denuncia de armas ai eles tem que ir averiguar e apreender, eu msm ja comi muito teiu em casas umildes ai no meu pernambuco, o almoço era um prato de angu e um belo caldo de teiu mais uns pedaços do msm, eu msm ja dei muita espingarda pra esse pessoal, as vezes espingarda que eu gostava muito eu deixava la, quando chegava na rua comprava outra e levava pra ele com umas munições e trasia a minha devolta, a alegria que se via era imprecionante, chegava com um pouco de chumbo, espoleta e polvora, eles ficavam feliz pq sabia q iam ter oq comer mais uns dias!
Ai muitos devem se perguntar, "mais pq n trabalha pra comer"? Trabalhar em que??  A seca la é braba, la so se acha em que trabalhar quando chove, ai sim , platam, fazem cercas pra os bodes n comerem as lavouras, nesses periodos a caça é esquecida completamente! So que oq se planta é pra comer, plantam uma vez só pra comer o ano inteiro, so vendem uma pequena parte do milho pra compra arroz, pq o resto vira angu e ração pros bichos! É uma vida sofrida vei, mais que eu me orgulho de ter feito parte dela!

Obs: desculpa o desabafo ai galera!!

Justamente... Vejo de perto isso awe... Vejo jovem de 25 anos de idade com cara de 38... velho por causa do sol lascante... Esse povo não come só, tem os bixo pra dar de comer. Ai a porcaria de governo não faz nada. Povo que bebe água com xixi de animal é sofrido. Por isso num largo deles, o que eu consigo nas voltas divido.

Nunca vou esquecer no dia que eu fui na casa de um caçar neste interior (meu cunhado me levou), ai na hora que ele viu a gente descer do carro gritou logo:

-Muié mata um bixo awe que os meus companheiros chegaram.

rapaz o cara não tinha quase nada, mas matou uma galinha gorda (a unica) e fez só pra mim e meu cunhado, fui mais bem recebido por ele do que pelo meu sogro. Ai fica dificil não ser gentil com gente assim. Sempre que vou lá, levo uma munição, um camuflado e tal.

Gente assim eu me orgulho é de fato um povo de fibra.

_________________
O homem bom tira do tesouro bom coisas boas; mas o homem mau do mau tesouro tira coisas más.
Notícias Dicas
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 9:18 pm

iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
Vixi, e o medo? Tava fresco o defunto awe?

foi da madrugada! andei mais uns 10 metros a frente e vi a cabeça e a coluna vertebral do tatu! kkkk

é de impressionar a força que esse animal tem! incrível mesmo, vira e mexe eu vejo um resto de cateto, mas só pega os filhotes! os grandes nao pega nao!

Sinto cheiro de uma boa amizade e parceria nas passeadas. Aqui tem muito peba... rapaz tava dando uma volta quando me espantei meu pé entrou num buraco que cabia nego grande dentro. Vez ou outra passa uns tatu, acho o bixo bonito de mais.

Opaa tamo junto meu amigo, e o bom que pra tatu o girau pode ser baixinho pra vigiar, a queda nao é tao grande! tu é de teresina ne?

kkkkkk verdade...

Sim, sou de Teresina. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 9:25 pm

lyonfreedom escreveu:
carlos ferreira escreveu:
Então lyonfreedon, esse pessoa que n tem condições de e realmente sobreviven dessas caça é perefeitamente aceitavel e eu ja conversei com alguns policiais que me falara que realmente tem ordens para n mexer com essas pessoas, porem se tiver denuncia de armas ai eles tem que ir averiguar e apreender, eu msm ja comi muito teiu em casas umildes ai no meu pernambuco, o almoço era um prato de angu e um belo caldo de teiu mais uns pedaços do msm, eu msm ja dei muita espingarda pra esse pessoal, as vezes espingarda que eu gostava muito eu deixava la, quando chegava na rua comprava outra e levava pra ele com umas munições e trasia a minha devolta, a alegria que se via era imprecionante, chegava com um pouco de chumbo, espoleta e polvora, eles ficavam feliz pq sabia q iam ter oq comer mais uns dias!
Ai muitos devem se perguntar, "mais pq n trabalha pra comer"? Trabalhar em que??  A seca la é braba, la so se acha em que trabalhar quando chove, ai sim , platam, fazem cercas pra os bodes n comerem as lavouras, nesses periodos a caça é esquecida completamente! So que oq se planta é pra comer, plantam uma vez só pra comer o ano inteiro, so vendem uma pequena parte do milho pra compra arroz, pq o resto vira angu e ração pros bichos! É uma vida sofrida vei, mais que eu me orgulho de ter feito parte dela!

Obs: desculpa o desabafo ai galera!!

Justamente... Vejo de perto isso awe... Vejo jovem de 25 anos de idade com cara de 38... velho por causa do sol lascante... Esse povo não come só, tem os bixo pra dar de comer. Ai a porcaria de governo não faz nada. Povo que bebe água com xixi de animal é sofrido. Por isso num largo deles, o que eu consigo nas voltas divido.

Nunca vou esquecer no dia que eu fui na casa de um caçar neste interior (meu cunhado me levou), ai na hora que ele viu a gente descer do carro gritou logo:

-Muié mata um bixo awe que os meus companheiros chegaram.

rapaz o cara não tinha quase nada, mas matou uma galinha gorda (a unica) e fez só pra mim e meu cunhado, fui mais bem recebido por ele do que pelo meu sogro. Ai fica dificil não ser gentil com gente assim. Sempre que vou lá, levo uma munição, um camuflado e tal.

Gente assim eu me orgulho é de fato um povo de fibra.

É verdade, eu n citei a hospitalidade, é impossivel vc em uma casa no interio do nordeste e sair de la sem tomar nem que seja um cafe puro!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 9:31 pm

carlos ferreira escreveu:
lyonfreedom escreveu:
carlos ferreira escreveu:
Então lyonfreedon, esse pessoa que n tem condições de e realmente sobreviven dessas caça é perefeitamente aceitavel e eu ja conversei com alguns policiais que me falara que realmente tem ordens para n mexer com essas pessoas, porem se tiver denuncia de armas ai eles tem que ir averiguar e apreender, eu msm ja comi muito teiu em casas umildes ai no meu pernambuco, o almoço era um prato de angu e um belo caldo de teiu mais uns pedaços do msm, eu msm ja dei muita espingarda pra esse pessoal, as vezes espingarda que eu gostava muito eu deixava la, quando chegava na rua comprava outra e levava pra ele com umas munições e trasia a minha devolta, a alegria que se via era imprecionante, chegava com um pouco de chumbo, espoleta e polvora, eles ficavam feliz pq sabia q iam ter oq comer mais uns dias!
Ai muitos devem se perguntar, "mais pq n trabalha pra comer"? Trabalhar em que??  A seca la é braba, la so se acha em que trabalhar quando chove, ai sim , platam, fazem cercas pra os bodes n comerem as lavouras, nesses periodos a caça é esquecida completamente! So que oq se planta é pra comer, plantam uma vez só pra comer o ano inteiro, so vendem uma pequena parte do milho pra compra arroz, pq o resto vira angu e ração pros bichos! É uma vida sofrida vei, mais que eu me orgulho de ter feito parte dela!

Obs: desculpa o desabafo ai galera!!

Justamente... Vejo de perto isso awe... Vejo jovem de 25 anos de idade com cara de 38... velho por causa do sol lascante... Esse povo não come só, tem os bixo pra dar de comer. Ai a porcaria de governo não faz nada. Povo que bebe água com xixi de animal é sofrido. Por isso num largo deles, o que eu consigo nas voltas divido.

Nunca vou esquecer no dia que eu fui na casa de um caçar neste interior (meu cunhado me levou), ai na hora que ele viu a gente descer do carro gritou logo:

-Muié mata um bixo awe que os meus companheiros chegaram.

rapaz o cara não tinha quase nada, mas matou uma galinha gorda (a unica) e fez só pra mim e meu cunhado, fui mais bem recebido por ele do que pelo meu sogro. Ai fica dificil não ser gentil com gente assim. Sempre que vou lá, levo uma munição, um camuflado e tal.

Gente assim eu me orgulho é de fato um povo de fibra.

É verdade, eu n citei a hospitalidade, é impossivel vc em uma casa no interio do nordeste e sair de la sem tomar nem que seja um cafe puro!

isso mesmo. Povo inventa logo de arrumar alguma coisa pra mastigar. E não demore um pouco não pra você ver kkkkkkk tem um senhor chamado Basto, visinho meu na casa que tenho no interior. Rapaz quando começamos a conversar pode bota como eles dizem "Bote hora de relógio" kkkkk muito gostoso cara.
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 9:34 pm

lyonfreedom escreveu:
carlos ferreira escreveu:
lyonfreedom escreveu:
carlos ferreira escreveu:
Então lyonfreedon, esse pessoa que n tem condições de e realmente sobreviven dessas caça é perefeitamente aceitavel e eu ja conversei com alguns policiais que me falara que realmente tem ordens para n mexer com essas pessoas, porem se tiver denuncia de armas ai eles tem que ir averiguar e apreender, eu msm ja comi muito teiu em casas umildes ai no meu pernambuco, o almoço era um prato de angu e um belo caldo de teiu mais uns pedaços do msm, eu msm ja dei muita espingarda pra esse pessoal, as vezes espingarda que eu gostava muito eu deixava la, quando chegava na rua comprava outra e levava pra ele com umas munições e trasia a minha devolta, a alegria que se via era imprecionante, chegava com um pouco de chumbo, espoleta e polvora, eles ficavam feliz pq sabia q iam ter oq comer mais uns dias!
Ai muitos devem se perguntar, "mais pq n trabalha pra comer"? Trabalhar em que??  A seca la é braba, la so se acha em que trabalhar quando chove, ai sim , platam, fazem cercas pra os bodes n comerem as lavouras, nesses periodos a caça é esquecida completamente! So que oq se planta é pra comer, plantam uma vez só pra comer o ano inteiro, so vendem uma pequena parte do milho pra compra arroz, pq o resto vira angu e ração pros bichos! É uma vida sofrida vei, mais que eu me orgulho de ter feito parte dela!

Obs: desculpa o desabafo ai galera!!

Justamente... Vejo de perto isso awe... Vejo jovem de 25 anos de idade com cara de 38... velho por causa do sol lascante... Esse povo não come só, tem os bixo pra dar de comer. Ai a porcaria de governo não faz nada. Povo que bebe água com xixi de animal é sofrido. Por isso num largo deles, o que eu consigo nas voltas divido.

Nunca vou esquecer no dia que eu fui na casa de um caçar neste interior (meu cunhado me levou), ai na hora que ele viu a gente descer do carro gritou logo:

-Muié mata um bixo awe que os meus companheiros chegaram.

rapaz o cara não tinha quase nada, mas matou uma galinha gorda (a unica) e fez só pra mim e meu cunhado, fui mais bem recebido por ele do que pelo meu sogro. Ai fica dificil não ser gentil com gente assim. Sempre que vou lá, levo uma munição, um camuflado e tal.

Gente assim eu me orgulho é de fato um povo de fibra.

É verdade, eu n citei a hospitalidade, é impossivel vc em uma casa no interio do nordeste e sair de la sem tomar nem que seja um cafe puro!

isso mesmo. Povo inventa logo de arrumar alguma coisa pra mastigar. E não demore um pouco não pra você ver kkkkkkk tem um senhor chamado Basto, visinho meu na casa que tenho no interior. Rapaz quando começamos a conversar pode bota como eles dizem "Bote hora de relógio" kkkkk muito gostoso cara.

isso é bom demais ne? só que vai mesmo é que sabe como é gostoso prosear com gente do interior e como ja foi dito a hospitalidade é a melhor possível!

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 9:35 pm

lyonfreedom escreveu:
iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
Vixi, e o medo? Tava fresco o defunto awe?

foi da madrugada! andei mais uns 10 metros a frente e vi a cabeça e a coluna vertebral do tatu! kkkk

é de impressionar a força que esse animal tem! incrível mesmo, vira e mexe eu vejo um resto de cateto, mas só pega os filhotes! os grandes nao pega nao!

Sinto cheiro de uma boa amizade e parceria nas passeadas. Aqui tem muito peba... rapaz tava dando uma volta quando me espantei meu pé entrou num buraco que cabia nego grande dentro. Vez ou outra passa uns tatu, acho o bixo bonito de mais.

Opaa tamo junto meu amigo, e o bom que pra tatu o girau pode ser baixinho pra vigiar, a queda nao é tao grande! tu é de teresina ne?

kkkkkk verdade...

Sim, sou de Teresina. Smile

Sou do interior do rio de janeiro! kkkk pouquinho longe ne!

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 9:46 pm

iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
carlos ferreira escreveu:
lyonfreedom escreveu:
carlos ferreira escreveu:
Então lyonfreedon, esse pessoa que n tem condições de e realmente sobreviven dessas caça é perefeitamente aceitavel e eu ja conversei com alguns policiais que me falara que realmente tem ordens para n mexer com essas pessoas, porem se tiver denuncia de armas ai eles tem que ir averiguar e apreender, eu msm ja comi muito teiu em casas umildes ai no meu pernambuco, o almoço era um prato de angu e um belo caldo de teiu mais uns pedaços do msm, eu msm ja dei muita espingarda pra esse pessoal, as vezes espingarda que eu gostava muito eu deixava la, quando chegava na rua comprava outra e levava pra ele com umas munições e trasia a minha devolta, a alegria que se via era imprecionante, chegava com um pouco de chumbo, espoleta e polvora, eles ficavam feliz pq sabia q iam ter oq comer mais uns dias!
Ai muitos devem se perguntar, "mais pq n trabalha pra comer"? Trabalhar em que??  A seca la é braba, la so se acha em que trabalhar quando chove, ai sim , platam, fazem cercas pra os bodes n comerem as lavouras, nesses periodos a caça é esquecida completamente! So que oq se planta é pra comer, plantam uma vez só pra comer o ano inteiro, so vendem uma pequena parte do milho pra compra arroz, pq o resto vira angu e ração pros bichos! É uma vida sofrida vei, mais que eu me orgulho de ter feito parte dela!

Obs: desculpa o desabafo ai galera!!

Justamente... Vejo de perto isso awe... Vejo jovem de 25 anos de idade com cara de 38... velho por causa do sol lascante... Esse povo não come só, tem os bixo pra dar de comer. Ai a porcaria de governo não faz nada. Povo que bebe água com xixi de animal é sofrido. Por isso num largo deles, o que eu consigo nas voltas divido.

Nunca vou esquecer no dia que eu fui na casa de um caçar neste interior (meu cunhado me levou), ai na hora que ele viu a gente descer do carro gritou logo:

-Muié mata um bixo awe que os meus companheiros chegaram.

rapaz o cara não tinha quase nada, mas matou uma galinha gorda (a unica) e fez só pra mim e meu cunhado, fui mais bem recebido por ele do que pelo meu sogro. Ai fica dificil não ser gentil com gente assim. Sempre que vou lá, levo uma munição, um camuflado e tal.

Gente assim eu me orgulho é de fato um povo de fibra.

É verdade, eu n citei a hospitalidade, é impossivel vc em uma casa no interio do nordeste e sair de la sem tomar nem que seja um cafe puro!

isso mesmo. Povo inventa logo de arrumar alguma coisa pra mastigar. E não demore um pouco não pra você ver kkkkkkk tem um senhor chamado Basto, visinho meu na casa que tenho no interior. Rapaz quando começamos a conversar pode bota como eles dizem "Bote hora de relógio" kkkkk muito gostoso cara.

isso é bom demais ne? só que vai mesmo é que sabe como é gostoso prosear com gente do interior e  como ja foi dito a hospitalidade é a melhor possível!

verdade, conversar assim dá é gosto.

Promoções da voe gol ta awe... kkkkkkkkk

Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 9:52 pm

lyonfreedom escreveu:
iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
carlos ferreira escreveu:
lyonfreedom escreveu:
carlos ferreira escreveu:
Então lyonfreedon, esse pessoa que n tem condições de e realmente sobreviven dessas caça é perefeitamente aceitavel e eu ja conversei com alguns policiais que me falara que realmente tem ordens para n mexer com essas pessoas, porem se tiver denuncia de armas ai eles tem que ir averiguar e apreender, eu msm ja comi muito teiu em casas umildes ai no meu pernambuco, o almoço era um prato de angu e um belo caldo de teiu mais uns pedaços do msm, eu msm ja dei muita espingarda pra esse pessoal, as vezes espingarda que eu gostava muito eu deixava la, quando chegava na rua comprava outra e levava pra ele com umas munições e trasia a minha devolta, a alegria que se via era imprecionante, chegava com um pouco de chumbo, espoleta e polvora, eles ficavam feliz pq sabia q iam ter oq comer mais uns dias!
Ai muitos devem se perguntar, "mais pq n trabalha pra comer"? Trabalhar em que??  A seca la é braba, la so se acha em que trabalhar quando chove, ai sim , platam, fazem cercas pra os bodes n comerem as lavouras, nesses periodos a caça é esquecida completamente! So que oq se planta é pra comer, plantam uma vez só pra comer o ano inteiro, so vendem uma pequena parte do milho pra compra arroz, pq o resto vira angu e ração pros bichos! É uma vida sofrida vei, mais que eu me orgulho de ter feito parte dela!

Obs: desculpa o desabafo ai galera!!

Justamente... Vejo de perto isso awe... Vejo jovem de 25 anos de idade com cara de 38... velho por causa do sol lascante... Esse povo não come só, tem os bixo pra dar de comer. Ai a porcaria de governo não faz nada. Povo que bebe água com xixi de animal é sofrido. Por isso num largo deles, o que eu consigo nas voltas divido.

Nunca vou esquecer no dia que eu fui na casa de um caçar neste interior (meu cunhado me levou), ai na hora que ele viu a gente descer do carro gritou logo:

-Muié mata um bixo awe que os meus companheiros chegaram.

rapaz o cara não tinha quase nada, mas matou uma galinha gorda (a unica) e fez só pra mim e meu cunhado, fui mais bem recebido por ele do que pelo meu sogro. Ai fica dificil não ser gentil com gente assim. Sempre que vou lá, levo uma munição, um camuflado e tal.

Gente assim eu me orgulho é de fato um povo de fibra.

É verdade, eu n citei a hospitalidade, é impossivel vc em uma casa no interio do nordeste e sair de la sem tomar nem que seja um cafe puro!

isso mesmo. Povo inventa logo de arrumar alguma coisa pra mastigar. E não demore um pouco não pra você ver kkkkkkk tem um senhor chamado Basto, visinho meu na casa que tenho no interior. Rapaz quando começamos a conversar pode bota como eles dizem "Bote hora de relógio" kkkkk muito gostoso cara.

isso é bom demais ne? só que vai mesmo é que sabe como é gostoso prosear com gente do interior e  como ja foi dito a hospitalidade é a melhor possível!

verdade, conversar assim dá é gosto.

Promoções da voe gol ta awe... kkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkk pois é rapaz! só nao viaja quem nao quer

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 10:06 pm

Cara ontem eu ri de mais, tem um senhor aki perto de casa que mente pra carai, tudo q vc falar ele ja fez, onte a gente tava falando de tirar foto de capivara e coisa e tal, ai ele me vem com uma que vou contar pra vcs!

Ele falou que antigamente ninguem conhecia esse bicho mais que ele tinha um amigo que tava com uma roça de milho e tinha uns bixo peludo e sem rabo q tavs acabando com ela, ele n contou conversa, pegou um revolver 38 que ele tinha a uns 30anos e foi atraz dos bixos junto com o amigo, disse que so levou 5 balas pq era bom no tiro e n precisava mais q isso n, mais assim que chegou vio os bicho na roça de minho mais o amigo fez um alvorosso e os bicho correram msm assim ele atirou, deus dois tiros e errou, os bichos pularam na agua e sumira, demorou um pouco as capivaras sairam denovo, mais denovo por causa do amigo perdeu mais dois tiros, ele disse que ficou com raivave falou pro amigo dele sentar e n falar mais nada, foi la na frente e incou um facão tres riscos no chão e voltou, depois de um tempo, olha as capivaras la denovo, ele fez sinal pro amigo ficar quieto e andou um pouco pro lado fez mira no facão e sentou o dedo, a bala cortou no meio e so escultou as capivaras caindo uma de cada lado! Kkkkkkkj
Dai voltou pra casa e o amigo dele conseguiu colher o milho sem mais perdas! Kkkkkkk

So indo dormir agora né! Kkkkkkkkkkkjk

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 10:10 pm

carlos ferreira escreveu:
Cara ontem eu ri de mais, tem um senhor aki perto de casa que mente pra carai, tudo q vc falar ele ja fez, onte a gente tava falando de tirar foto de capivara e coisa e tal, ai ele me vem com uma que vou contar pra vcs!

Ele falou que antigamente ninguem conhecia esse bicho mais que ele tinha um amigo que tava com uma roça de milho e tinha uns bixo peludo e sem rabo q tavs acabando com ela, ele n contou conversa, pegou um revolver 38 que ele tinha a uns 30anos e foi atraz dos bixos junto com o amigo, disse que so levou 5 balas pq era bom no tiro e n precisava mais q isso n, mais assim que chegou vio os bicho na roça de minho mais o amigo fez um alvorosso e os bicho correram msm assim ele atirou, deus dois tiros e errou, os bichos pularam na agua e sumira, demorou um pouco as capivaras sairam denovo, mais denovo por causa do amigo perdeu mais dois tiros, ele disse que ficou com raivave falou pro amigo dele sentar e n falar mais nada, foi la na frente e incou um facão tres riscos no chão e voltou, depois de um tempo, olha as capivaras la denovo, ele fez sinal pro amigo ficar quieto e andou um pouco pro lado fez mira no facão e sentou o dedo, a bala cortou no meio e so escultou as capivaras caindo uma de cada lado! Kkkkkkkj
Dai voltou pra casa e o amigo dele conseguiu colher o milho sem mais perdas! Kkkkkkk

So indo dormir agora né! Kkkkkkkkkkkjk


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk essa é boa! to indo dormir! boa noite amigos!

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 10:18 pm

carlos ferreira escreveu:
Cara ontem eu ri de mais, tem um senhor aki perto de casa que mente pra carai, tudo q vc falar ele ja fez, onte a gente tava falando de tirar foto de capivara e coisa e tal, ai ele me vem com uma que vou contar pra vcs!

Ele falou que antigamente ninguem conhecia esse bicho mais que ele tinha um amigo que tava com uma roça de milho e tinha uns bixo peludo e sem rabo q tavs acabando com ela, ele n contou conversa, pegou um revolver 38 que ele tinha a uns 30anos e foi atraz dos bixos junto com o amigo, disse que so levou 5 balas pq era bom no tiro e n precisava mais q isso n, mais assim que chegou vio os bicho na roça de minho mais o amigo fez um alvorosso e os bicho correram msm assim ele atirou, deus dois tiros e errou, os bichos pularam na agua e sumira, demorou um pouco as capivaras sairam denovo, mais denovo por causa do amigo perdeu mais dois tiros, ele disse que ficou com raivave falou pro amigo dele sentar e n falar mais nada, foi la na frente e incou um facão tres riscos no chão e voltou, depois de um tempo, olha as capivaras la denovo, ele fez sinal pro amigo ficar quieto e andou um pouco pro lado fez mira no facão e sentou o dedo, a bala cortou no meio e so escultou as capivaras caindo uma de cada lado! Kkkkkkkj
Dai voltou pra casa e o amigo dele conseguiu colher o milho sem mais perdas! Kkkkkkk

So indo dormir agora né! Kkkkkkkkkkkjk



kkkkkkkkkkkkkkk rapaz vou dormir quase mijado de rir kkkkkkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
sampaioas



Mensagens : 620
Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 33
Localização : teresina/pi

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Jun 26, 2013 11:42 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

_________________
André Sampaio
(86)9940-5285
(86)8844-3151
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qui Jun 27, 2013 5:10 am

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! Agora eu sei de onde esse veio tirou a historia! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qui Jun 27, 2013 8:02 am

sampaioas escreveu:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Revelado foi o mistério. kkkkkkkk e este filme é bem o tempo dele...
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qui Jun 27, 2013 10:29 am

lyonfreedom escreveu:
sampaioas escreveu:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Revelado foi o mistério. kkkkkkkk e este filme é bem o tempo dele...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk essa é boa em!

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qui Jun 27, 2013 8:11 pm

Cara quando e vim embora pra minas, ainda era meio "matuto"(ainda sou, mais era bem mais) e tinha mania de quere mostrar que era macho e coisa e tal, e meu sogro é um cara sistematico sabe, só ele que é certo, e n tem medo de nada, conta uma vantagem q faz "gosto", um meis depois que eu tava namorando a filha dele, ele me convidou pra ir pescar, aceitei na hr pq tava seco pra ir pro mato, a gente foi em um lugar chamado inhaciquinha, era um garimpo antigo na beira do rio jequitinhonha que depois de desativado virou lagoas e tem muita traira, e sucuri tbm tem pra carai, é tipo vc n vai pescar la pra n ver elas msm! (hj é até area de preservação por causa delas) e começamos a pescar e eu logo me afastei pq adoro.minha solidão no mato, n andei muito vi um mato.mechendo na beira da lagoa, e fui ver se era peixe, quandi cheguei perto era uma sucuri de uns dois metros, eu fiquei pasmado pq nunca tinha visto, mais corri deixei minha varinha e voltei, devagarzinho cheguei perto quando ela sentio tentou ir pra agua ai eu peguei no rabo dela e sai puchando sempre olhando pra ver se ela n dava bote pra n me morder, com muito custo consegui pegar na cabeça dela, e ele enrrolou no meu braço, ai o medo montou, eu pessava -sera que ela quebra meu braço se enrrolar?? Kk n quebra n viu!. Ela enrrolou e eu levei ela pro rancho, o pessoal tava fazendo rango, e eu cheguei de vagar e com a blusa cobrindo a cobra, cara quando eu tirei a blusa, n ficou um dos que estavam fazendo o rango, meu sogro q era valente, ficou tremendo como se tivesse com frio, meus dois cunhados sumiram da nossa vista! E eu ri igual louco, mais e depois pra mim soltar esse bixo, sosinho n tem como, pq tem muita força, depois de muito custo um copanheiro que foi com a gente me ajudou, ele queria matar ela maus eu n deixei, a n ser que eu esteja perdido no mato, ai sim pq vai sevir de alimento, do contrario n deixo matar uma cobra dessas!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
RuanRed



Mensagens : 123
Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Dom Jul 07, 2013 11:22 am

Tempos atrás estava pescando com um conhecido, e meia hora depois de começar a pescar ele sente um fisgadinha e ja vai puxando, adivinha o que era, uma cobra rapaz, todo mundo queria a comer a danada, peguei ela pela calda e joguei no rio, ai fui embora para casa.
O FINAL

_________________
Cena final Era Uma Vez no Oeste
-Mantenha seu amado irmão feliz!
_________________________________________________________________________________________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ENIO MONTARDO



Mensagens : 879
Data de inscrição : 28/07/2010
Idade : 55
Localização : PELOTAS RS

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Dom Nov 10, 2013 11:28 am

Outra do velho Urbano meu pai,ao formar-se engenheiro agrônomo foi trabalhar em Nova Prata e Bento Gonçalves como fiscal do banco do Brasil e por lá fez amizade forte com a gringalhada donos da Vinicola Rio Grandense...Seu Antonio Pitt e familia ,quando meu velho juntou uns pilas comprou uma fazendinha no UPACARAY, região de Dom Pedrito fronteiriça com uruguay,campos de coxilha limpa onde o vento minuano se desdobrava gelando até o espinhaço do índio nos meses de inverno,campo de muita caça de perdiz,perdigão e marrecão do banhado e a gringalhada descia a serra todos os anos para caçar lá. Vinham de avião e por terra mandavam meio caminhão ford 608 de pointers e outro meio caminhão de vinho, whisky,salame e queijo e passavam uma semana inteira caçando fechando cota de perdiz, marrecão e lebres.
Em um ano trouxeram um sobrinho de seu Pitt para caçar por primeira vez e claro que inexperiente o gringuinho errava tiro adoidado com os gringos velhos fazendo piada e avacalhando o coitado, lá pelo meio da semana na beira do fogo que assava um cordeiro quando um dos gringos diz pro gringuinho...e ai juliano...quanto chumbo tu vai semear hoje??? Meu pai resmungou...vcs não ensinam o menino,como ele vai aprender...pegou o juliano...uma 16 o bagé,um pointer marron e saiu capengando e derrubando perdiz ensinando o juliano que começou a pegar o jeito da coisa, ao voltar pra roda comentou...essas armas que vcs usam é pra cego...12...16...28...com isso ai até cego mata perdiz no voo. Eu saio ali e derrubo uma com meu 38,é só o bagé tirar ela bem... a gringalhada caiu na risada...meu velho disse: querem ver?
Pegou o bagé e saiu capengando devagar com o 38 na mão....saiu uma não deu....outra muito longe...e a gringalhada acompanhando atrás com copo de vinho na mão,na terceira o bagé amarrou pertinho...esperou....esperou e levantou bem na frente do pai....voou...estendeu a asa e POWWWW...caiu...o bagé pegou e trouxe na mão dele. A gringalhada explodiu...o pai atirou a perdiz no meio das outras e disse...vcs são tudo cegos.
Aquilo rendeu discussão pro resto da semana,somente no domingo antes de partirem meu pai mostrou o que tinha feito....descarregou os cartuchos do 38 e recarregou com chumbinho 8 ainda fazendo a ponta da "bala" com cera de abelha e chumbo 8 misturado. Assim era meu velho.


_________________

"...Não basta para ser livre ser forte, aguerrido e bravo
Povo que não tem virtude,acaba por ser escravo..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Dom Nov 10, 2013 4:11 pm

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk muito bom kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

_________________
O homem bom tira do tesouro bom coisas boas; mas o homem mau do mau tesouro tira coisas más.
Notícias Dicas
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qui Ago 21, 2014 7:34 pm

causo real, os animais foram mortos em uma epoca que a caça era comun, e totalmente legal!


hoje o sol nasceu encoberto por nuvens pesadas, que derramavam agua como se são pedro tivera aberto uma grande torneira la no ceu, dias como esse me deixa saudoso, e me traz gostosas recordações, e é normal nos pegar-mos viajando em pensamento, relembrando a epoca que a caça no brasil era totalmente liberada, hoje me lembrei de um saudoso amigo chamado pedro nogueira, que era um eximio caçador de ema, falo era porque no ano passado foi chamado por deus, e deve estar caçando nos verdes campos do paraiso.
Me contava ele que depois de mais de um ano e meio sem chuva, que o nordeste estava um verdadeiro inferno, as matas perderam o seu verde e se tornaram palidas, as barragens secaram deixando no seu fundo apenas uma crostra de barro trincado, que demostrava que ali tivera agua um dia, os animais morriam de fome e de sede, e por todos os lugares se via esqueletos de animais mortos, assim como ainda, é hoje em muitos lugares do meu tão querido sertão nordestino, e foi nessa epoca que sucedeu o causo, era mes de agosto, e na dispensa da casa do pedro faltava de tudo, a ultima vaquinha que tinha vendeu para poder comprar alimento, como carne era algo raro para pobre naquela epoca, n foi comprada na pouca feira q fez, feira que não duraria muito, desolado por n saber como faria para tratar de sua familia, o unico jeito era caçar, ja q tinha tempo de sobra pois a muito tempo n chovia para plantar, mas caçar oque?? A seca devastou tudo, olhou no seu bornal e viu que tinha dez balas, apenas uma recarga do seu .44 winshester, mesmo assim pegou tudo e saiu em busca das penosas,(emas) animais abundantes na caatinga, enquanto andava lamentava a triste sorte do nordestino, pois nao entendia porque tinham que sofrer tanto, sera que deus havia esquecido aquele chão?? Ou sera que era muito pecado pra pagar?? depois de andar tres leguas(18km) achou os primeiros rastros das emas,  seguiu a trilha e logo viu onde elas comeram na noite anterior, depois de algumas horas seguindo rastros avistou de longe um macho a mais de 200m, se preparou e foi tomando chegada, devagar, olhos fixos na sua presa, pisando cautelosamente no chão para não fazer barulho, desviando dos espinhos que infestam a caatinga, sem fazer movimentos bruscos, pra que sua presa não se espantasse, ao chegar mais ou menos 70m de distancia do animal notou que nao era mais o animal que tinha visto e sim uma femea com uma ninhada de filhotes, eram 9 filhotes ao todo, na mesma hora ele abaixou o seu rifle, e ficou a adimirar as "eminhas" correndo uma atraz da outra, que covardia seria atirar em uma mãe com seus filhotes, e covarde era uma coisa que o velho pedro não era, mesmo que isso fosse a unica chance de comer, não mataria aquela mamãe ema, saiu da mata e pegou a estrada pra sua casa, muito triste, pois talvez nao tivesse mais a chance de voltar ao local, e as emas sem duvidas se mudariam dali em busca de comida, estava preparado para deixar a terrar onde nasceu e tomar o caminho da cidade grande, nao sabia se sobreviveria por la, mas precisava de um trabalho e isso era coisa muito dificil nessa epoca, ja sem esperanças de achar mais nada, seguia seu caminho, quando ouviu algo quebrando mato e vindo na sua direção, sem saber oque era ficou olhando, quieto, imovel, seus olhos viam tudo e seus ouvidos captavam todo o barulho, quando viu de longe as penas esvoassantes da ema q vinha correndo deus sabe de que! em uma fração de segundos  preparou seu rifle e POWWWW,
Viu de longe as penas voaren e o grande macho tombar adiante, seu coração vibrou de felicidade, pois teria comida na sua mesa por um tempo precioso, quem sabe até la não chovia, se enchia de esperança seu coração nordestino, pegou sua caça e seguiu viagem, quando ja estava perto de casa, ouviu um barulho mais como ja estava escuro, n viu o que era, pegou uma pequena lanterna a gas feita por ele, e apontou para o lado do barulho, viu apenas dois olhinhos verdes brilhando, pegou o rifle mirou, ajustou bem no meio dos olhinhos que brilhavam e POOOWWWWW!!!! Atirou achando q era um porco selvagem, pois alguns rondavam sua casa, porcos domesticos que fugiram para o mato, volta e meia vinham perto das casas em busca de comida, foi ao local, ao chegar se deparou com um enorme veado macho, seus olhos lacrimejaram, aquela era a salvação, a pele do veado era comprada a preço de ouro, deixou ele escondido para vir buscar quando deixasse a ema em casa, e assim fez, assim que chegou em casa a alegria tomou conta de sua esposa e de seus filhos, deixou a ema e voltou pra buscar o veado q estava uns dois quilometros de distancia, mais ai ja estava com seu coração brando e voltou feliz, andaria isso dez vezes se fosse praciso para nao deixa faltar nada pra sua familia, pegou sua outra caça e voltou pra casa, ja tarde da noite, quando chegou seu filho mais velho ja estava tirando o couro da ema, e separando as penas que seriam vendidas, com todo cuidado tiraram tambem o couro do veado, pois se rasgasse, o couro perderia boa parte do valor, levaram a noite toda limpando esses bichos, "no outro dia cedo dava gosto de ver, carne salgada pendurada na cerca e no varal" disse ele, pegou as penas da ema e o couro do veado e foi ate a cidade para vender, com o dinheiro comprou despesa pra mais de dois meses e uma vaquinha de leite, pois era uma pequena fortuna,
Antes de acabar a despesa veio a chuva e lavou toda a poeira das arvores da caatinga, tirando sua palidez e deixando-a verdinha mais uma vez, trasendo novamente a esperança ao peito do roceiro nordestino, assim como é todos os anos, e vai continuar sendo por muitas e muitas gerações do velho pedro, que deixou para seus filhos um legado mais importante que riquesa, deixou o ensinamento de respeito a natureza, e uma vida digna de ser copiada!!!

Carlos Alberto
12/02/2014


_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Hoje à(s) 5:24 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
"contos e causos"
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Fotos da minha bichinha!
» RELAÇÃO ( COROA X PINHÃO )
» O menor conto de fadas do mundo!
» O MENOR (O MELHOR ) CONTO DE FADAS! ERA UMA VEZ...
» Apresentação - Mauro - Belo Horizonte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
ARCO BRASIL :: Caça e Conservação :: Caça e Conservação-
Ir para: