ARCO BRASIL
Atenção seguir as regras abaixo para comprar ou vender no fórum. Quem não seguir as regras será banido, tera os IPs bloqueados e tópico deletado. Sem exceção à regra!

Leia as regras no tópico abaixo:

http://www.arcobrasil.com/t42-regras-basicas-leia-com-atencao-antes-de-postar-um-topico
ARCO BRASIL

Fórum sobre Arco e Flecha (e tudo que for relacionado ao tema) para reunir todos os entusiastas deste esporte seja para competição ou lazer.
 
InícioCalendárioFAQMembrosRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 "contos e causos"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: "contos e causos"    Qua Maio 22, 2013 11:21 am

a gente que caça e pesca sabe que acontecem coisas absurdas com a gente as vezes, oq nos deixou com fama de mentirosos, mais muitas vezes é versade e ai vira "causo"de caçada ou pescaria, bem gostaria que a galera postasse ai os seus causos engraçados ou não, ou esses causos q a gente esculta os mais velhos contar em reuniões de familia ou que aconteceu com vcs!


forte abraço a todos!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Maio 22, 2013 11:48 am

bem vou contar o primeiro, eu morava antigamente em uma cidade chamada serra talhada no interiorzão de pernambuco, um dia liguei para um amigo e chamei ele pra dar uma volta no mato a noite, oq ele aceitou na hora, nos iamos passar dois dias no mato, sair na sexta a tardinha e voltar no domingo cedo! bem arrumei tudo e fomos, andamos umas duas horas para chegar na casa velha de farinha em cima de uma serra q tem la chamada serra verde, que era onde armariamos o rancho, blz, paramos para dar um descanço aos cachorros e pra fazer a janta, "fizemos" tudo e "caimo" na caatinga, mais tava muito ruim e ele deu a ideia de irmos deitar um pouco pois no outro dia a gente ia andar muito, concordei e voltamos umas 3h da manha, armamos as as redes na casa velha e deitamos para dormir, rapaz esse cara roncou pra carai e eu n dormi, dai escultei um barulho tipo algo caindo em cima de palha seca, levantei e fui olhar, quando eu bati a lanterna, era uma cobra preta q tinha caido ou pulado to telhado, era bem grande tinha mais de um metro porem fina, eu sabia q ela n tinha veneno fui la e peguei ela pelo rabo, cheguei perto da rede dele, abri um lado e joguei a bixa la dentro e gritei, ACORDA PORR. O A COBRA AI... kkkkkkkkkkkkk

cara eu nunca vi uma pessoa pular tanto, e eu ri q urinei na ropa, esse "cabra" pegou uma faca amigo e eu sai doido mato a fora,tive q passar o resto da noite dentro do mato longe dele quando voltei ele ja tinha ido embora!! mais hj a gente se encontra quando vou pra la e é só alegria pois é um grande amigo q eu tenho!!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
sergiomgomez



Mensagens : 218
Data de inscrição : 28/01/2013
Localização : Uberaba MG

MensagemAssunto: Causos    Qua Maio 22, 2013 1:00 pm

o


Última edição por sergiomgomez em Ter Out 28, 2014 11:19 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ENIO MONTARDO



Mensagens : 879
Data de inscrição : 28/07/2010
Idade : 55
Localização : PELOTAS RS

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qua Maio 22, 2013 7:40 pm

Temos uma turma,8 veterinários e durante o ano todo fazemos um acampamento por mês todos os meses do ano,faça chuva ou sol, no verão pescamos no inverno caçamos...traduza-se isso por eu pesco e eles comem...eu caço e eles comem...eles??? eles só bebem e fazem a bóia,na parte da manhã discutem o que vão fazer no almoço e na parte da tarde discutem o que vão fazer na noite,fazemos isso há 20 anos...todos os meses do ano sem falhar nenhum...é religioso,dessa amizade e paixão por acampar resultou a construção do famoso"BURACO"...um barracão á beira de um arroio nas serras de Pinheiro Machado RS com acomodação para 8 pessoas mas já ficaram 12 lá e ninguém reclamou de nada. Isso tudo começou em 90 e naquela época iamos acampar em fazendas de clientes nossos que permitiam apenas nosso acesso por saber que a turma era de FUNDAMENTO. Pois bem,no carnaval de 99 fomos acampar na fazenda de um de nossos companheirtos de turma,Dr Silvio Martins que arrendava um campo bem na beira da reserva ecológica do taim com um açude grande com traíra de montão e eu me encharcava nelas com isca artificial,nesse acampamento foram 21 pessoas entre amigos e filhos dos que tinham e por primeira vez foi convidado o EVALDO,proprietário de um CRVA em pelotas e companheiro de futebol da turma que era apaixonado por pescaria...detalhe,nunca tinha pescado , comprou varas,molinetese e tudo o que o cara da loja sugeriu á ele, lá pela tardinha quando o acampamento já estava montado com fogo alto pra assar um costelão com couro e tudo aparece o negão EVALDO com aquela traquitandama toda...de saida fez um enredo nas linhas que só faca deu jeito. Outro companheiro de turma,também veterinário o LUCIANO VICTORA,vulgo lulu que é cru de sem vergonha e nunca botou uma linha nágua pq diz que não vai procurar o que não perdeu levanta-se...pega uma linha do meu irmão com um anzol grande,isca um limão galego e diz...vou botar lá na boca duma cuiúda e arremessa a linha na ponta dum aguapé...volta , senta na cadeira e segue tomando sua cervejinha... o negão evaldo viu aquilo e me perguntou: com limão pega?? já viram...eu olhei o Marquinhos,advogado que já estava com um sorrisinho safado na boca e lasquei: é díficil,mas quando pega é grandona, quanto pesou mesmo aquela que tu pegou o ano passado lulu? e a turma entendendo o recado começaram a discutir 6kg dizia um...não foi 6 e meio dizia outro e por ai foi indo a proza com todos sérios e afirmando categoricamente. O EVALDO resolveu ir pescar do outro lado do açúde...pegou a toyota e se mandou, quando o churrasco tava quase pronto meu irmão foi fazer uma caipira pra turma e cadê os limões??? Não compraram??? O Sivio disse comprei sim...tá ai na caixa verde...não tá não...tá sim..tá não...nos olhamos e a risada foi geral...o negão tinha levado todos os limões pra isca...quando voltou para comer o churrasco a turma caiu de pau..até hoje ele diz que não..mas não deixa de rir quando lembramos o fato na beira do fogo tomando umas.

_________________

"...Não basta para ser livre ser forte, aguerrido e bravo
Povo que não tem virtude,acaba por ser escravo..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Qui Maio 23, 2013 10:40 pm

Amigo essa "patada" no seu parceiro deve ter doido pacas ein! Kkkk Puts essa foi foda enio vc é pior que eu cara!! Kkkkk
Uma vez fomos em uma pescaria de trairas tbm e foi um amigo q trabalha na obra comigo, ele só sabia oq era pegar piau e lambari, bom, comprei um coração de boi e fomos para as lagoas, eu fui para um lado e meu parceiro subiu um braço de rio, n demorou muito escutei ele gritando q era pra mim correr, eu achei q ele tinha pegado uma bitela e sai igual louco, quando cheguei ele tava pisado em cima de um cagado desses de rio, com os olhos arregalados e tremendo, eu falei oq foi moço? -olha aki porra peguei um jabuti oq eu faço com ele?? eu falei leva pra casa pow, isso se cria fica mancim e sua menina vai adorar, ele guardou esse cagado na capanga e eu sai pra longe pra n rir na frente dele, pescamos umas trairas e fomom embora e ele levando o bicho na capangana, na segunda ele chegou na obra com o dedo enfaxado e eu perguntei oq foi isso zé?? Ele falou isso foi vc viado, eu fui tirar aquela mizera da capanga pra menina brincar e o fi duma égua mordeu meu dedo, eu quase que cago na roupa vc é foda viu!!! Nem preciso falar que quase n trabalho direito de tanto rir né!!!!

Vomos la galera, é essas historias q ta saindo que eu queria msm, sei q tem muito pescador e caçador aki e essaa historias só acontecem com a gente!!

Posta ai galera!!

Abçs!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
sergiomgomez



Mensagens : 218
Data de inscrição : 28/01/2013
Localização : Uberaba MG

MensagemAssunto: Contos e casos   Qui Maio 23, 2013 11:00 pm

Com toda ctz doeu,.mas a cara dele que foi foda.
Pescar traíras com limão kkkkkkkkkkkkkkkkkk uma turma dessa é divertida de mais.
Criar cágado, o teu compan
heiro tb foi inocente hein ashuashuashash
Fico imaginando o cara com o dedo todo fudido te xingando de tudo que fosse nome.....
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Sex Maio 24, 2013 7:22 pm

Nuss senhora, e como chingou viu, até hj quando a gente se encontra, é só ele olhar pra cicariz q ja começa a me chingar! Kkkkkkkkkkkkkk!!!!

Cade a galera que caça e pesca??

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
ALAN VITOR ANDRADE



Mensagens : 1424
Data de inscrição : 30/05/2012

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 03, 2013 7:03 pm

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

esse carlão é arteiro hein.......kkkkkkkkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 03, 2013 9:17 pm

Kkkkkkkkk!! So nada alan, hj sou mais tranquilo!! Mais ja me pregaram poucas e boas tbm cumpadi, quando eu era mais novo ficava vendo meus tios indo pro mato tirar mel e ficava louco pra ir tbm, um dia eles falaram q ia e eu pedir pra me levar, ele riu e falou, "levo mais se correr apanha!!" Eu ri e disse que correr rapaz, eu sou "cabra homi"! E la fomos nois! Assim que cheguei no pé do enchame ja tremi na base, quando houvi aquele barulho e vi a quele tanto de abelha, mais me mantive, catei uns gravetos que eles pediram, e umas feses de vaca tbm, que era pra fazer fumaça, cara meu tio fez um foguinho, pos as bost de vaca em cima, fez um "facho" de folhas verdes e levou tudo pro pé do enchame, que tinha quaze um metro de altura, rapaz quando eu vi aquele monte de abelhas voando, aquela fumaça tirando meu folego, eu me arrependi de ter ido, mais até ai tudo bem, o problema foi quando começou mecher no mel, essa abelha começou brigar, resultado, na primeira ferroada eu sai correndo, e meu tio ficou gritando que precisava da fumaça e era pra mim voltar, eu demorei um pouco mais voltei, mais assim que cheguei tomei a segunda, mais meu tio q n era bobo viu q eu ia correr, essa caboclo me pegou pelo braço e segurou, cara eu gritei igual mocinha, me sgurou até cortar o ultimo favo de mel, eu levei 19 ferroadas nesse dia, mais perdi o medo, depois dessa dia ja teve vez de eu levar 30 ferroadas só no braço direito que era o que eu usava pra tirar os favos de dentro do tronco da arvore, ai vi q elas n matavam facil como eu achava, e q eu n tinha alergia pois n inchei muito, hj tem abelha que eu fico e eles sai vazado, n ligo quando me ferroam a primeira coisa que faço quando vou tirar abelha é rancar fora a camisa assim elas podem andar sem nada imprençar elas ai elas ferroam menos, só q eu achava q era doido, mais o tio da minha noiva, tira elas sem fumaça!! E eu se n tiver pelomenos uma bost de vaca pra mim assopra nas abelhas, o mel delas fica todo la!!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mamute-sc
General
General


Mensagens : 7330
Data de inscrição : 24/08/2010
Idade : 48
Localização : São Carlos - SP - Brasil

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Ter Jun 04, 2013 12:10 am

causos bão dimais de ler, ri bastante

tem mais alguns interessantes nesse tópico aqui [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Dom Jun 16, 2013 6:39 pm

Então mamute, mais sei que tem muitos caçadores aki no forum, queria ver mais causos interessantes pois sei que a gente tem fama de mentiroso por causas das historia que acontecem com a gente e q na maioria das vezes ninguem acredita!!. Vamo la galera! Causos q vc ja houviu por ai!!

Abçs!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
ENIO MONTARDO



Mensagens : 879
Data de inscrição : 28/07/2010
Idade : 55
Localização : PELOTAS RS

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Dom Jun 16, 2013 8:50 pm

Meu pai era um pirata,sim,um pirata pq tinha uma perna mais curta que a outra(Caiu em uma armadilha para capivaras fita com arma de 2 canos) fato que relatei em outro post e tinha um olho de vidro pq teve descolamento de retina aos 19 anos jogando volei pela seleção gaucha( colocou uma prótese que ficou imperceptível) coisas que nunca tiraram seu bom humor e vivacidade...o velho era fera...exímio atirador,revolver,rifle,arma sem cano...de tudo,era um dom que tinha,lembro de remar caico com ele sentado na ponta do bote buscando capivaras no rio Santa Maria em Dom Pedrito...me fazia um sinal...eu travava o remo na agua ele levantava o mosquetão e destampava a cabeça do capincho que nadava a cem metros na frente...era fera.Por essas proezas e por sua postura como homem e profissional tinha o respeito dos amigos . Um o presenteou com um 38 smith wesson  de 12 raias no cano com edição limitada. Em um acampamento que juntaram pessoas de Bagé e Dom pedrito apareceu um dito ATIRADOR  que não conhecia meu velho, era um convidado de Porto Alegre com um 38  cabo de madre-pérola e quando viu a arma de meu pai interessou-se...propôs um tiro ao alvo valendo os revolveres. Meu pai aceitou e propôs atirarem com os 2 olhos abertos todos os demais se entre olharam e comeram tranca...o cara topou...colocaram uma tampinha de cerveja em um tronco de arvore a 15 mts e cada um fez 3 tiros...meu velho acertou os 3..o cara um só,os outros 2 arranharam...o sujeito decepcionado pq almejava o revolver de meu pai entregou o seu com pesar...meu pai pegou,limpou,esvaziou e colocou na cintura...todos elogiaram os tiros e o acampamento seguiu normal,com o cara lamentando a perda da arma...no domingo,quando todos arrumavam as coisas para ir embora meu pai chamou o sujeito diante de toda a turma e devolveu o revólver ao dono que exitava dizendo: de maneira nenhuma aceito,o senhor ganhou a disputa...meu pai respondeu... meu amigo eu sou como perú sadia...eu já venho pronto ,sou caolho minha mira já está feita quando levanto a arma...o sujeito quase chorou de alegria ao som da risada de toda a turma ...essa foi uma das tantas que meu velho aprontou...tenho saudade daquele pirata.

_________________

"...Não basta para ser livre ser forte, aguerrido e bravo
Povo que não tem virtude,acaba por ser escravo..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Sab Jun 22, 2013 10:52 am

Que historia eim enio, vc tem que ter orgulho do pai que deus te deu! eu tenho um tio bom de tiro tbm, mais é medroso como poucos, tem um medo de morrer que é coisa de outro mundo, mais ou menos um ano depois que a casvavel me mordeu, fui com ele pro mato, mostrei onde foi o ocorrido, mais tarde o cachorro acoou uma canganba, n sei se é assim q os amigos conhessem, aki em minas chama jaratitaca, é um tipo de ganba preto com listra branca nas costas, que fede que nem o cão, bem chegamos perto Do buraco e n sentimos cheiro de nada, e era um buraco pequeno, me virei pra pegar uma varete pra cutucar e só houvi o grito, "ai meu deus, me mordeu, meu deus vou morrer" corri rapido pra ver, ele diz que n mais o jumento deve ter metido a mão no buraco, eu fiquei dexesperado, e ele ja deitou gemendo segurando a mão, eu pessei, carai a mizera da cascavel denovo, e essa soltou veneno msm pq ele ja ta passando mau, peguei um enxadão e comecei cavar pra matar a cobra e ver que cobra era, cavei, cavei e quando cheguei perto a cambemba soutou a bomba, me mijou todo, fiquei uma semana fedendo, resultado, n tinha cobra nenhuma, falei com meu tio que ja tava quase morto la no chão, que tinha sido a cambemba que tinha mordido ele, n foi um minuto ele ja tava limpando a roupa pra andar denovo!!

Na hora n falei nada n pq ele é mais velho e meu tio, mais quando contei pra meu outro tio, fiquei com pena dele!! Kkkkkkkkkkkkkk!! vc quer ver ele brabo, pede pra ele mostra onde a cobra mordeu ele!!!!!! Kkkkkkkkkkkkk!!!!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
fernandorizzi



Mensagens : 633
Data de inscrição : 10/01/2012
Idade : 30
Localização : Bagé - RS

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Sab Jun 22, 2013 11:03 am

ENIO MONTARDO escreveu:
Meu pai era um pirata,sim,um pirata pq tinha uma perna mais curta que a outra(Caiu em uma armadilha para capivaras fita com arma de 2 canos) fato que relatei em outro post e tinha um olho de vidro pq teve descolamento de retina aos 19 anos jogando volei pela seleção gaucha( colocou uma prótese que ficou imperceptível) coisas que nunca tiraram seu bom humor e vivacidade...o velho era fera...exímio atirador,revolver,rifle,arma sem cano...de tudo,era um dom que tinha,lembro de remar caico com ele sentado na ponta do bote buscando capivaras no rio Santa Maria em Dom Pedrito...me fazia um sinal...eu travava o remo na agua ele levantava o mosquetão e destampava a cabeça do capincho que nadava a cem metros na frente...era fera.Por essas proezas e por sua postura como homem e profissional tinha o respeito dos amigos . Um o presenteou com um 38 smith wesson  de 12 raias no cano com edição limitada. Em um acampamento que juntaram pessoas de Bagé e Dom pedrito apareceu um dito ATIRADOR  que não conhecia meu velho, era um convidado de Porto Alegre com um 38  cabo de madre-pérola e quando viu a arma de meu pai interessou-se...propôs um tiro ao alvo valendo os revolveres. Meu pai aceitou e propôs atirarem com os 2 olhos abertos todos os demais se entre olharam e comeram tranca...o cara topou...colocaram uma tampinha de cerveja em um tronco de arvore a 15 mts e cada um fez 3 tiros...meu velho acertou os 3..o cara um só,os outros 2 arranharam...o sujeito decepcionado pq almejava o revolver de meu pai entregou o seu com pesar...meu pai pegou,limpou,esvaziou e colocou na cintura...todos elogiaram os tiros e o acampamento seguiu normal,com o cara lamentando a perda da arma...no domingo,quando todos arrumavam as coisas para ir embora meu pai chamou o sujeito diante de toda a turma e devolveu o revólver ao dono que exitava dizendo: de maneira nenhuma aceito,o senhor ganhou a disputa...meu pai respondeu... meu amigo eu sou como perú sadia...eu já venho pronto ,sou caolho minha mira já está feita quando levanto a arma...o sujeito quase chorou de alegria ao som da risada de toda a turma ...essa foi uma das tantas que meu velho aprontou...tenho saudade daquele pirata.

kkkkkkkkkkkk ..... Cara .. cheguei a me arrepiar em meio a uma gargalhada .


Abraço


_________________
PSE Brute X 2012 70# 29'' Vendido
PSE Kingfisher 45# 28'' Vendido
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Minha Primeira Caçada   Dom Jun 23, 2013 6:39 pm

Lembro-me como se fosse ontem. Estava em um interior próximo da capital onde moro. Meu cunhado já é caçador a muito tempo (tarado mesmo, fica de semanas no mato). O cara tem um 32, 36, 28 e um 20. Bom, estava lá nós na casa da sogra, quando ele suspirou que ia esperar e me convidou. Fomos lá da uma olhada antes e tudo mais, identificamos rapidamente um local onde as pacas estavam comendo e umas passagens dela.

Era verão (um verão bom mesmo), estávamos atravessando um açude seco, quando uma cobra (não lembro a especie pois foi rápido), pulou da direita pra esquerda, o que causou um espanto danado. Ele é baixinho, então a cobra passou quase por cima dele. Bom, passado o susto voltamos pra casa com uma fome braba.

Ao cair da tarde umas 4:30 equipamos as espingardas e pegamos uma estrada de uns 12 km até o local inspecionado. Tal qual foi minha surpresa, ele queria que eu ficasse no pé o açude em uma passagem da Paca que dava certinho com uma poça de água. E ele iria ficar em um pé de tamboril uns 200 metros a frente.

Eu dizia que não tinha medo, mas tudo mudou quando começou a cair a noite. Havia umas "iumas" parece um ganso. E volta e meia elas faziam um barulho feio. Estava lá eu armando minha rede, quando com  muito esforço consegui subir na rede e me aquietar pra esperar as danas. Eu tava muito excitado naquela hora, por tanto passava muita coisa na minha cabeça. Havia uns jacarés lá, os bicho era grandinho.

A noite caiu, e com ela a minha coragem. Já ficava olhando pra tudo quanto era lado. Do nada uma iuma despenca do alto de um pé de coco babaçu, eu já tava com a espingarda arma e metido chumbo. Como eu tava sentado errado, a medida que eu atirei eu me desequilibrei do trepeiro. Ai eu fiquei assobrado. Com medo de sair de lá antes da lua ficar alta e pisa em um jacaré e perder o pé.

O certo é que eu fiquei tão assombrado que meti o facão nas cordas puxei a rede e sai doido do meio do mato. Pra minha surpresa tinha uma coruja na frente e piou, ai arrepiou todos os cabelos. Não sei se matei a iuma, pois bateu o nervosismo tão grande que nem fui olhar. Quando essa coruja piou eu fiquei estagnado, tentava correr, mas não dava, além do medo o mato era fechado de mais.

Por fim, desci do trepeiro 7:30, mas cheguei na estrada as 9:00 quase cagado de medo (lkkkkkkkkkkkkkkkk). DO trepeiro para a estrada era pertinho uns 30 metros. Pois o meu medo da coruja me fez levar 1:30 minutos pra percorrer 30 metros.
Cheguei ligeiro no carro que estava a uns 200 metros de mim. Sentei lá e fiquei quietinho. Quando meu cunhado desceu do trepeiro quase morre de rir de mim quando contei a história.

Foi um dia legal. Mas por incrível que parece que quando sai do mato fiquei com uma coragem danada, mas não arriscava entrar lá de novo. kkkkkkkkkkkkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Caçada no Maranhão   Dom Jun 23, 2013 6:46 pm

Bom, contei agora pouco o relato da minha primeira caçada. Esse aqui aconteceu no Maranhão com um amigo nosso. Era uma época boa pra matar mateiro. Uma boa ceva e uma boa bebida e pimba você derrubava um mateiro que diga-se de passagem é um animal magnifico.

O Zé estava esperando esta noite na ceva, havia uns rastros recente de mateiro. Um merdeiro danado do mesmo. Ficou pois decidido que o Zé ficaria ali esperando. O Zé é daqueles cabra da roça, sem medo de nada e tal. Estava lá com seu trepeiro armado, uns 4 metros do chão por causa da rabo mole (Eu ainda acho baixo).

Fumando seu cigarro de fumo saci, olhando as estrelas ele disse que pensava na muié, nos minino e nos bixos que tinha. Embalado por esses pensamentos o Zé dorme. Ele disse que uma pessoa de branco chegou perto dele e disse:

- Zé, acorda rapaz o veado ta metendo a cabeça agora na ceva.

A surpresa do Zé foi assustadora. Quando ele despertou, ligou o monóculo e viu a cabeça do veado aparecendo entre a vegetação seca.
Não contou outro, a 20 cantou por cima do lombo do mateiro que caiu ali mesmo quietinho.


*Impressionante não? Ele jura de pé junto que foi assim que aconteceu. Bom, quem sou eu pra dizer que não, já nestas noites no mato sozinho, já vi de tudo um pouco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Dom Jun 23, 2013 10:20 pm

lyonfreedom escreveu:
Bom, contei agora pouco o relato da minha primeira caçada. Esse aqui aconteceu no Maranhão com um amigo nosso. Era uma época boa pra matar mateiro. Uma boa ceva e uma boa bebida e pimba você derrubava um mateiro que diga-se de passagem é um animal magnifico.

O Zé estava esperando esta noite na ceva, havia uns rastros recente de mateiro. Um merdeiro danado do mesmo. Ficou pois decidido que o Zé ficaria ali esperando. O Zé é daqueles cabra da roça, sem medo de nada e tal. Estava lá com seu trepeiro armado, uns 4 metros do chão por causa da rabo mole (Eu ainda acho baixo).

Fumando seu cigarro de fumo saci, olhando as estrelas ele disse que pensava na muié, nos minino e nos bixos que tinha. Embalado por esses pensamentos o Zé dorme. Ele disse que uma pessoa de branco chegou perto dele e disse:

- Zé, acorda rapaz o veado ta metendo a cabeça agora na ceva.

A surpresa do Zé foi assustadora. Quando ele despertou, ligou o monóculo e viu a cabeça do veado aparecendo entre a vegetação seca.
Não contou outro, a 20 cantou por cima do lombo do mateiro que caiu ali mesmo quietinho.


*Impressionante não? Ele jura de pé junto que foi assim que aconteceu. Bom, quem sou eu pra dizer que não, já nestas noites no mato sozinho, já vi de tudo um pouco.
Kkkkk, rapaz aqui na regiao tem uma coruja que pia na calada da noite, mas é igual a um gemido de uma pessoa que se machucou, se você se deixar levar por essas coisas voce viaja no mato mesmo, tem barulho de tudo que é tipo!

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 24, 2013 10:37 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Cara esse bixo ja me fez me passar um medo do carai, quando era mais novo passava minhas ferias em uma roça de amigos meus!! Onde toda noite tinha um jogo de domonó que era em uma casa uns 3km de onde eu ficava, um dia resouvi ir sozinho para o jogo, para um cara da "cidade" andar 3km no escuro é foda, qualquer coisa da medo, uma estaca de cerca parece uma pessoa, as arvores fazem barulhos estranhos, eu ja ia com medo ai uma mãe da lua(urutau) pia em cima de mim, rapaz so n cai no rastro pq as pernas n deixaram, um pouco depois outro pio, ai sim eu corrir, mais corri como nunca tinha corrido na minha vida, cheguei na casa branco como leite, e tremendo, tive q pedir pra um senho amigo meu me levar em casa, quando chegamos no msm lugar o bixo pia denovo! Eu ja ia correr quando vi o moço q vinha comigo quase dando um trem de tanto rir!! Nem preciso diser q foi gosação o mes todo!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 24, 2013 10:55 am

carlos ferreira escreveu:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Cara esse bixo ja me fez me passar um medo do carai,  quando era mais novo passava minhas ferias em uma roça de amigos meus!!  Onde toda noite tinha um jogo de domonó que era em uma casa uns 3km de onde eu ficava, um dia resouvi ir sozinho para o jogo, para um cara da "cidade"  andar 3km no escuro é foda, qualquer coisa da medo, uma estaca de cerca parece uma pessoa, as arvores fazem barulhos estranhos, eu ja ia com medo ai uma mãe da lua(urutau) pia em cima de mim, rapaz so n cai no rastro pq as pernas n deixaram, um pouco depois outro pio, ai sim eu corrir, mais corri como nunca tinha corrido na minha vida, cheguei na casa branco como leite, e tremendo, tive q pedir pra um senho amigo meu me levar em casa, quando chegamos no msm lugar o bixo pia denovo! Eu ja ia correr quando vi o moço q vinha comigo quase dando um trem de tanto rir!!  Nem preciso diser q foi gosação o mes todo!
Ta repreendido em nome de Jesus! kkkkkkkkkkkkk

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 24, 2013 11:18 am

iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
Bom, contei agora pouco o relato da minha primeira caçada. Esse aqui aconteceu no Maranhão com um amigo nosso. Era uma época boa pra matar mateiro. Uma boa ceva e uma boa bebida e pimba você derrubava um mateiro que diga-se de passagem é um animal magnifico.

O Zé estava esperando esta noite na ceva, havia uns rastros recente de mateiro. Um merdeiro danado do mesmo. Ficou pois decidido que o Zé ficaria ali esperando. O Zé é daqueles cabra da roça, sem medo de nada e tal. Estava lá com seu trepeiro armado, uns 4 metros do chão por causa da rabo mole (Eu ainda acho baixo).

Fumando seu cigarro de fumo saci, olhando as estrelas ele disse que pensava na muié, nos minino e nos bixos que tinha. Embalado por esses pensamentos o Zé dorme. Ele disse que uma pessoa de branco chegou perto dele e disse:

- Zé, acorda rapaz o veado ta metendo a cabeça agora na ceva.

A surpresa do Zé foi assustadora. Quando ele despertou, ligou o monóculo e viu a cabeça do veado aparecendo entre a vegetação seca.
Não contou outro, a 20 cantou por cima do lombo do mateiro que caiu ali mesmo quietinho.


*Impressionante não? Ele jura de pé junto que foi assim que aconteceu. Bom, quem sou eu pra dizer que não, já nestas noites no mato sozinho, já vi de tudo um pouco.
Kkkkk, rapaz aqui na regiao tem uma coruja que pia na calada da noite, mas é igual a um gemido de uma pessoa que se machucou, se você se deixar levar por essas coisas voce viaja no mato mesmo, tem barulho de tudo que é tipo!

kkkkkkk rapaz coruja é terrivel. Uma vez esperando uma ficou em cima da minha rede, quando eu tava pegando no sono a bixa piou, quase cai do trepeiro que era em uma unha de gato.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 24, 2013 11:20 am

Rapaz Quandu também é um animal que tem uns esturros feios. Ele sobe na palmeira e fica urrando. Teve dois caçadores que foram a mata e chegaram com um rastro de merda por causa deste bixim. kkkkkkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
carlos ferreira



Mensagens : 1701
Data de inscrição : 06/02/2013
Idade : 30
Localização : diamantina MG

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 24, 2013 4:38 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Esse bixo ai tbm ja me assombrou por muito tempo, na minha região é conhecida como rasga mortalha, pois é comum ela cantar voando e os mais velhos falavam que quando ela "rasgava" em cima de uma casa alguem da casa n demorava a morrer, e como menino acredita em tudo, era só uma "rasgar" perto de casa que eu ia correndo rezar pra ninguem morrer, resultado, ninguem morria e eu achava que minha reza era forte!!! Kkkkkkkkkkkkk!!

_________________
" O rio nasce frágil, fraco
e pequeno. Assim como os
homens, muitas vezes em um
humilde filete d’água, mas
persiste e ganha força quando
encontra aliados córregos e
ribeirões"

BELLO
Voltar ao Topo Ir em baixo
lyonfreedom



Mensagens : 802
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 28
Localização : Teresina

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 24, 2013 5:22 pm

rapaz dizem que quem pisa em pele ou é rastro de cobra não escapa da morte não né?

Uma vez eu peguei um peixe que o pessoal do maranhão chama de "peixe corcunda", minha tia ficou logo preocupada comigo, pois disse que eu não ia passar do meio ano. Quem não passou do meio ano foi o peixe que ela mesma comeu kkkkkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 24, 2013 5:52 pm

lyonfreedom escreveu:
rapaz dizem que quem pisa em pele ou é rastro de cobra não escapa da morte não né?

Uma vez eu peguei um peixe que o pessoal do maranhão chama de "peixe corcunda", minha tia ficou logo preocupada comigo, pois disse que eu não ia passar do meio ano. Quem não passou do meio ano foi o peixe que ela mesma comeu kkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
iurisodre



Mensagens : 455
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 102
Localização : Mata Atlantica, 2ª grota a esquerda

MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Seg Jun 24, 2013 5:53 pm

lyonfreedom escreveu:
iurisodre escreveu:
lyonfreedom escreveu:
Bom, contei agora pouco o relato da minha primeira caçada. Esse aqui aconteceu no Maranhão com um amigo nosso. Era uma época boa pra matar mateiro. Uma boa ceva e uma boa bebida e pimba você derrubava um mateiro que diga-se de passagem é um animal magnifico.

O Zé estava esperando esta noite na ceva, havia uns rastros recente de mateiro. Um merdeiro danado do mesmo. Ficou pois decidido que o Zé ficaria ali esperando. O Zé é daqueles cabra da roça, sem medo de nada e tal. Estava lá com seu trepeiro armado, uns 4 metros do chão por causa da rabo mole (Eu ainda acho baixo).

Fumando seu cigarro de fumo saci, olhando as estrelas ele disse que pensava na muié, nos minino e nos bixos que tinha. Embalado por esses pensamentos o Zé dorme. Ele disse que uma pessoa de branco chegou perto dele e disse:

- Zé, acorda rapaz o veado ta metendo a cabeça agora na ceva.

A surpresa do Zé foi assustadora. Quando ele despertou, ligou o monóculo e viu a cabeça do veado aparecendo entre a vegetação seca.
Não contou outro, a 20 cantou por cima do lombo do mateiro que caiu ali mesmo quietinho.


*Impressionante não? Ele jura de pé junto que foi assim que aconteceu. Bom, quem sou eu pra dizer que não, já nestas noites no mato sozinho, já vi de tudo um pouco.
Kkkkk, rapaz aqui na regiao tem uma coruja que pia na calada da noite, mas é igual a um gemido de uma pessoa que se machucou, se você se deixar levar por essas coisas voce viaja no mato mesmo, tem barulho de tudo que é tipo!

kkkkkkk rapaz coruja é terrivel. Uma vez esperando uma ficou em cima da minha rede, quando eu tava pegando no sono a bixa piou, quase cai do trepeiro que era em uma unha de gato.
Troço é feio viu! kkk

_________________
"Nasce um caçador, como se nasce um poeta."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "contos e causos"    Hoje à(s) 4:02 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
"contos e causos"
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 5Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Fotos da minha bichinha!
» RELAÇÃO ( COROA X PINHÃO )
» O menor conto de fadas do mundo!
» O MENOR (O MELHOR ) CONTO DE FADAS! ERA UMA VEZ...
» Apresentação - Mauro - Belo Horizonte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
ARCO BRASIL :: Caça e Conservação :: Caça e Conservação-
Ir para: