ARCO BRASIL
Atenção seguir as regras abaixo para comprar ou vender no fórum. Quem não seguir as regras será banido, tera os IPs bloqueados e tópico deletado. Sem exceção à regra!

Leia as regras no tópico abaixo:

http://www.arcobrasil.com/t42-regras-basicas-leia-com-atencao-antes-de-postar-um-topico
ARCO BRASIL

Fórum sobre Arco e Flecha (e tudo que for relacionado ao tema) para reunir todos os entusiastas deste esporte seja para competição ou lazer.
 
InícioCalendárioFAQMembrosRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Sasha Siemel



Mensagens : 242
Data de inscrição : 08/10/2012
Localização : Porto Alegre - RS

MensagemAssunto: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Dom Fev 10, 2013 10:44 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Um pouco mais sobre os bufalos pra quem nao conhece:



Departamento de Agronomia - 23 de junho de 2007
OS BÚFALOS DA REBIO DO GUAPORÉ - RONDÔNIA

Introdução


Os búfalos da Fazenda Pau D’Óleo foram introduzidos no antigo Território Federalde Rondônia em 1953, por iniciativa do Governo, com o objetivo de fomentar esta espéciena região em função de sua elevada capacidade de fornecer carne, leite e trabalho,Pereira et al. (1997). Inicialmente foram trazidos 36 (trinta e seis) búfalos mestiços da raçaCarabao, sendo 30 (trinta) fêmeas e 6 (seis) machos. Nova introdução de búfalos naregião ocorreu em 1956 com 30 animais da raça Jafarabadi. Entretanto por sua fáciladaptação os búfalos tiveram um aumento significativo, tornando-se uma espécieinvasora na REBIO do Guaporé.Os búfalos têm sido objeto de planos de controle em várias partes do mundo,notadamente na Austrália, uma vez que os impactos causados pela espécie emecossistemas nos quais ela é exótica são considerados graves. Estes impactos nabiodiversidade podem ser desde mudanças na vegetação e compactação de solos até aintrodução de doenças infecciosas exóticas nas populações de espécies nativas.O objetivo deste trabalho foi de produzir um diagnostico da população de búfalosasselvajados da REBIO do Guaporé.


Material e métodos

Estabeleceu-se uma parceria entre EMBRAPA, IBAMA, PROBIO, CNPq, e órgãoslocais para viabilizar a execução de um diagnóstico da população de búfalos asselvajadosda REBIO do Guaporé os quais habitam uma área de 600.000 há. O trabalho foi realizadono período de novembro de 2002 a agosto de 2005. Dentre as atividades realizadasdurante a execução do subprojeto,pode-se destacar o levantamento aéreo da populaçãode búfalos e a descrição morfológica e coleta de amostras de solos.As contagens aéreas são aplicáveis para amostrar populações de grandesvertebrados que ocupam habitats abertos em áreas extensas e inacessíveis segundoBayliss end Yeomans, (1989). Foi adotada a técnica de contagem dupla a qual vem sendoutilizada em levantamentos de grandes vertebrados em várias situações diferentes noBrasil por Mourão e Campos (1995), Mourão et al, (2000) e Tomas et al. (2001), que seaplica perfeitamente a animais de grande porte, como os búfalos. Foram estabelecidos 70transectos paralelos de comprimentos entre 12 e 60 Km, com orientação norte-sul,distantes 5 km um do outro, sendo que na área da REBIO essa distância foi de 3 Km. osquais foram sobrevoados a uma altura de 93 metros e a uma velocidade constante de170 km/h. Utilizando-se uma aeronave Cessna 172. Com todas as contagens realizadasentre 7:00 e 10:30 horário local. Estes transectos cobriram toda a área da REBIO doGuaporé, fazenda Pau D´Oleo e vizinhanças. Os levantamentos foram realizados emagosto de 2005.Para a caracterização biofísica foi realizado um levantamento bibliográfico,obtenção de cartas cartográficas e imagens de satélite para avaliação preliminar dascaraterísticas da área, confirmadas por meio de verificação. Realizou-se verificação decaracterísticas morfológicas de solos relevo, profundidade e padrões de drenagens, alemde tradagens e amostragem de solo e posterior abertura de trincheiras e descrição dehorizontes e camadas. As análises químicas realizadas foram (pH, fósforo, potássio,cálcio, magnésio, alumínio, hidrogênio, matéria orgânica). Os resultados analíticos juntamente com as descrições morfológicas indicam a ocorrência das classes de solospredominantes na área de estudo e associadas as demais informações biofísicas obtidas, juntamente com os demais resultados poderão subsidiar um manejo mais apropriado parao referido ecossistema.Para caracterização dos solos, foram coletadas amostras de solos e analisadas nolaboratório de solos da Embrapa Rondônia,as quais apresentaram variação nos teores de pH, N, P, K, Ca, Mg, matéria orgânica e saturação de bases, alem da variação de cores.Nos locais de coletas e amostragens, foram abertas trincheiras até umaprofundidade de 1,50m, e as mesmas coletadas no perfil do solo nos horizontes : A, AB eBF, além de uma amostragem nas valetas abertas pelas passagens dos búfalos nareserva , e ainda, se fizeram várias tradagens na área.


Resultados e Discussão

Para a totalidade das várzeas amostradas ao longo do rio Guaporé, a população foiestimada em 3.804 ± 2.654 (densidade de 0,45 ± 0,31 búfalos/km2). O erro padrão altodeve-se a dois fatores: distribuição muito agregada e variação espacial no número debúfalos registrados nos locais onde eles ocorreram. A distribuição agregada afeta aprecisão da estimativa porque em poucos listados búfalos, resultando em muitostransectos sem nenhum búfalo observado. Por outro lado, entre os transectos nos quaisbúfalos foram registrados, houve diferenças muito grandes no número de animais, algunscom centenas de búfalos e outros com poucos indivíduos. Mesmo quando a análiseincluiu apenas 14 transectos da região onde os búfalos estão concentrados, a precisão daestimativa se manteve baixa (3.493 ± 2.302 indivíduos e uma densidade de 2,3 ± 1,5búfalos/km2). Este tipo de problema poderia ser corrigido através de outras estratégias deamostragem, entre elas a amostragem adaptativa. Sugeri-se isso para levantamentosposteriores, visando monitorar os efeitos ou efetividade de eventuais programas demanejo do rebanho.Os solos estudados foram classificados como Plintossolos Háplicos distróficos,embora as características morfológicas são semelhantes entre os solos estudados nota-se que a espessura dos horizontes A e AB do solo sob vegetação campestre e arbustivoforam 29cm e 48cm, respectivamente. Aparentemente, a diferença da espessura doshorizontes superficiais do solo possibilita o estabelecimento diferente da vegetação devidoremoção do excesso de umidade (drenagem) onde horizonte plíntico mais próximo dasuperfície (menor de 30 cm) há o predomínio de espécies campestre como o sapé(Imperata brasiliensis) e mais profundamente há ocorrência de espécie arbustivas. Aseguir uma descrição morfológica de um solo predominante na área:


Conclusões

O rebanho de búfalos, concentra-se nas áreas de várzeas da REBIO do Guaporée seu entorno no período seco devendo ser monitorado e seqüestrado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasha Siemel



Mensagens : 242
Data de inscrição : 08/10/2012
Localização : Porto Alegre - RS

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Dom Fev 10, 2013 10:56 am

Alguem sabe q fim levou o projeto de controle populacional desses bufalos selvagens?





Governador determina abate dos búfalos da reserva do Vale do Guaporé
Mais de cinco mil búfalos selvagens estão dentro da fazenda Pau D´óleo em uma área de campos naturais, entre a reserva Biológica do Vale do Guaporé e áreas extrativistas, indígenas e quilombolas. Os animais têm causado danos ambientais que a natureza levará décadas para reverter. Diante da gravidade do problema o governador Confúcio Moura determinou que se faça o abate dos animais de forma sustentável

11/10/2011 - [19:50] - Meio Ambiente

Confúcio Moura esteve reunido na tarde de ontem, segunda-feira (10), com o coronel Josenildo Nascimento, que esta coordenando o trabalho, com o presidente da Agência de Defesa Agropastoril (Idaron), Marcelo Henrique de Lima Borges e representantes da Embrapa, Batalhão Ambiental de Candeias do Jamari, Delegacia Federal de Agricultura e do Instituto Chico Mendes para discutir as medidas que serão adotadas para começar a abater os búfalos selvagens que vivem na fazenda Pau D’óleo que fica dentro da reserva biológica do Vale do Guaporé.

O pesquisador da Embrapa, professor Ricardo Gomes Araujo Pereira que pesquisa os búfalos desde 1983 apresentou um projeto de abate dos animais que deverá ser desenvolvido por um período de 10 anos. A meta é abater 540 búfalos por ano, a carne seria transformada em charque e comercializada no mercado interno. Mas antes de iniciar o abate será necessário montar uma infraestrutura para dar suporte logístico na captura dos animais. O trabalho de resgate e abate dos búfalos esta previsto para começar no início de 2012.

A fazenda Pau D´oleo foi criada em 1953, na época foram trazidos da Ilha de Marajó 36 búfalos mestiços da raça carabao, sendo 30 fêmeas e seis machos que foram abandonados no local. Com comida e água em abundância os bichos se reproduziram demasiadamente causando desequilíbrio na natureza, além de serem extremamente selvagens. Os búfalos interferem na reprodução de peixes, aves e tartarugas. Com o abate dos animais o governo do Estado conseguirá fazer o controle ecológico, sanitário e avaliar os impactos negativos.

O representante do Instituto Chico Mendes, Fernando Miguel Tristão que estava representando a coordenadora regional, Rafaela D`Amico, disse que o instituto irá intermediar em Brasília a autorização para que o trabalho tenha início o quanto antes.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasha Siemel



Mensagens : 242
Data de inscrição : 08/10/2012
Localização : Porto Alegre - RS

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Dom Fev 10, 2013 11:23 am


Fazenda Pau D'Óleo – um álbum no Flickr

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Fazenda Pau D'Óleo – um álbum no Flickr: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Fazenda Pau D’Óleo, em uma área de campos naturais, entre a Reserva Biológica do Guaporé (REBIO), áreas extrativistas, indígenas e quilombolas, . No local existem em torno de 5 mil búfalos selvagens, introduzidos em Rondônia na década de 1950 em um projeto de fornecer carne e leite a população local. Abandonada nos anos 70, hoje se transforma em um desastre ecológico com os búfalos se multiplicando em condições de fartura de água e alimento. O maior predador, a onça pintada, não consegue enfrentar a manada, atacando esporadicamente bezerros mas pelo perigo não faz parte da sua caça habitual.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

A corrida das manadas em fila vai compactando o solo macio dos alagados criando canais que aceleram a erosão e alteram a drenagem dos campos. Visível processo de savanização da Amazônia. Fica entre 2 comunidades quilombolas e áreas indígenas. Essa região do Vale do rio Guaporé é um importante berçario de pássaros, jacarés, peixes e tartarugas.

O filme registra o trabalho da equipe de especialistas que a pedido do governador Confúcio Moura, busca a solução desse impacto ambiental que em um dos mais belos cartões postais de Rondônia. Muita pesquisa a ser desenvolvida quanto a dosagem dos anestésicos, o transporte por via fluvial, abate, controle sanitário, formação de equipes de trabalho, recomposição da área afetada. As propostas serão apresentadas no dia 3 de outubro. Resultado do trabalho de veterinários, biólogos, zootecnistas, agronômos e técnicos de diversas instituições federais e estaduais: MAPA, Embrapa, Icmbio Idaron, Emater, Idaron, Sedam, Polícia Ambiental e Decom.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Posted 24th September 2011 by saladavisual
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]






Nao consegui achar o filme mas aqui vao algumas fotos do album no Flickr:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasha Siemel



Mensagens : 242
Data de inscrição : 08/10/2012
Localização : Porto Alegre - RS

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Dom Fev 10, 2013 2:45 pm

Noticia mais recente q eu achei:

Rondônia - 20/03/2012
Moreira Mendes visita Setur e discute plano de ação para fazenda Pau D’óleo
Na ultima sexta-feira, o deputado federal Moreira Mendes visitou a Superintendência de Turismo (Setur), onde foi recebido pelo superintendente Basílio Leandro de Oliveira. Dentre os assuntos tratados, destaque para o plano de ação a ser desenvolvido para na Fazenda Pau D’óleo, no município de Costa Marques, onde abriga uma superpopulação de búfalos selvagens.



O deputado ficou interessado em ajudar no projeto, que é transformar a imensa área em um complexo turístico voltado para a caça esportiva, “não sem antes, é claro, que sejam feitos todos os levantamentos e mapas de risco, tiradas todas as licenças das entidades e órgãos ambientais como Ibama, dentre outros”, observou Leandro.

O governo do antigo território do Guaporé, no inicio do século passado, trouxe alguns exemplares de búfalos da Ilha de Marajó, para ajudar a desbravar a região com o uso da tração animal. Acontece que com o passar dos anos, perdeu-se o controle da espécie, a Fazenda Pau D’óleo ficou abandonada e os bubalinos se reproduziram e passaram a ser considerados “praga” na região.

Estima-se que hoje em dia exista uma população de mais 30 mil animais soltos na área. Os búfalos se tornaram selvagens, são extremamente territoriais e agressivos. Têm destruído a flora local, por conta das suas trilhas de manada, que drenam o charco pantanoso, outrora rico em espécies de animais e plantas.

Moreira Mendes ressaltou ainda que a proposta é antiga e já foi apresentada por ele mesmo em outros governos, mas que não obteve sucesso por falta de apoio político. Com apoio do Safári Clube do Brasil, a ideia é construírem um hotel de campanha, uma pista de pouso para pequenas aeronaves, um curtume e uma charquearia, tudo com mão de obra local e a custo zero para o governo.

No modelo atual, que segue rígidas regras internacionais, o “caçador” pode abater apenas um animal, leva só a cabeça como troféu e o couro e a carne ficam como doação para a população local. Ainda é cobrada uma taxa, que gira em torno de 5 a 20 mil euros por animal, dinheiro esse que seria rateado entre a comunidade, prefeitura e governo.

Isso abre um precedente para essa nova forma de turismo, que já é praticado comumente em toda Europa, África e America do Norte. Outros animais que viraram praga, também podem entrar nessa categoria, como os jacarés no Lago do Cuniã (que atacam e matam pessoas, diminuem o pescado), a as capivaras no Vale do Anari.

Basilio Leandro observou que o turismo de caça esportiva deve ter um apelo ecológico. Trata-se de salvar as espécies nativas, animais e plantas que andam sendo dizimados por animais originários de habitat diferente de onde estão.

Na ocasião foi entregue um extenso documento com toda proposta já pronta, com diversos documentos oficiais, laudas de audiências publicas, mapas, fotos e a importante anuência do Ibama. Leandro deve se reunir com o governador Confúcio Moura para tratar do assunto nesta quarta-feira (21).

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre_Ramos



Mensagens : 963
Data de inscrição : 11/11/2012
Idade : 28
Localização : Ribeirão Preto - SP

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Dom Fev 10, 2013 2:55 pm

Essa matéria postada é de março de 2012... Será que já teve algum andamento?

_________________
Bear Anarchy HC 60# @28.5"
Falco Force 68" 45# @28" - Vendido
PSE Rally 70# @28.5"- Vendido
Cometa Fusion GR50 4,5
CBC B19-14 4,5
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasha Siemel



Mensagens : 242
Data de inscrição : 08/10/2012
Localização : Porto Alegre - RS

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Dom Fev 10, 2013 2:58 pm

Achei tambem esse infeliz acidente q aconteceu com um brasileiro caçando bufalos ali perto de Rondonia, na fronteira com a Bolivia:

"Minha vida não será mais como era. Houve uma conversão"
Dono de corretora de café no Estado, Gerson Coser revê sua vida após ter perdido uma das pernas. Ele caçava na fronteira do Brasil com a Bolívia, no mês passado, quando foi atingido por tiro

21/03/2012 - 22h15


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Caçada feita por Gerson Coser em Moçambique



Empresário bem-sucedido do mercado de café, com uma bela família, Gerson Coser olhou a vida sob um ângulo diferente ao longo dos seus 52 anos. Não nega que durante grande parte desse tempo foi muito materialista e egoísta. Além de trabalhar demais para ganhar dinheiro, fazer caçadas – todas dentro da lei, como faz questão de frisar – foi uma de suas fontes de prazer, que o levaram a realizar várias viagens internacionais: Bolívia, Argentina, Estados Unidos, Namíbia, África do Sul, Moçambique, Zimbábue, Botsuana e Zâmbia fazem parte da lista das terras por onde Gerson passou abatendo animais de grande porte.
E foi na última caçada de búfalos, na fronteira do Brasil com a Bolívia, que ele passou pela experiência que o faz agora ver o mundo sob um novo prisma. Atingido por um tiro de fuzil no joelho, Gerson perdeu uma das pernas. Vinte dias após a cirurgia, reaprendendo a andar, admite: "Foi uma forma de arrebatamento, dessas que Deus faz para a gente mudar. Alguém me disse que só se conhece Deus quando se fica humilde e se livra do orgulho. Estou revendo minha vida. Já não quero mais só pensar em trabalhar e ganhar dinheiro. A simples acumulação de riqueza não mais me seduz." Nesta reportagem, Gerson Coser conta, com suas próprias palavras, o drama de ter visto a morte de perto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Recomeço
Em seu apartamento na Praia de Camburi, em Vitória, Gerson Coser recupera-se da cirurgia



A aventura

"Na quinta-feira após o carnaval, um carnaval especialmente tranquilo, embarquei para mais uma das minhas aventuras, que por algumas vezes quase me custaram a vida, mas sempre saindo praticamente ileso, acreditando que era sorte ou tinha um anjo da guarda me dando assistência 24 horas. Fomos à procura de búfalos num país vizinho ao Brasil, onde um amigo mantém o controle e a segurança da área. Contávamos apenas com o meu rifle.

Chegamos à cidadezinha de fronteira, na Bolívia. Andamos dez horas de barco a motor até as margens de pantanais, onde teríamos que avançar por dez horas com canoas de madeira. A região, alagada, nos forçava a comer, fazer necessidades, etc. de cima das canoas, além de um barco de alumínio sem motor. Dormiríamos em redes armadas um metro acima dágua.

Os experientes índios que nos aguardavam remaram forte até o local, nos agradando de forma muito humilde, em agradecimento por nós os livrarmos das feras introduzidas pelo homem e que ali se multiplicam de forma indiscriminada. Dois enormes touros, em especial, aterrorizavam a região, já tendo ferido e atrapalhando a pesca naquela área. Após um lanche, saímos à procura dos bichos. Desde que eu fora atacado e machucado por um desses animais em Rondônia, dez ou 12 anos atrás, me especializei na caça deles, treinando muito com meu rifle .375 H&H."


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Em Moçambique, Gerson (à direita, armado) exibe um antílope abatido


O abate

"Umas duas horas depois, com braços e pernas bastante queimados e ardendo forte devido ao sol causticante, finalmente topei com as feras. Eu, meu amigo Gabetto e dois índios nos encontramos de frente com o bicho. Caprichei no tiro como pude, já que a canoa balançava muito, estava com apenas 30cm de água, e o búfalo se encontrava com água batendo acima das canelas.

Com o disparo, o animal caiu, tentando procurar forças para escapar ou atacar. Coloquei mais três tiros na sua traseira, mas ele continuava avançando, tendo que levar mais dois na lateral, tudo isso com ele acobertado pelo mato.

Das seis balas calibre 12 knock down que eu achava suficientes para aguentar carga se o bicho encostasse na canoa, uma entrou no couro pela costela, correndo intacta por uns 10cm. Outra bateu no chifre e caiu, e uma terceira atingiu o pescoço e tambem caiu no chão sem conseguir furar a musculatura do animal.

Fiquei vigiando o outro búfalo para não acontecer o mesmo que da outra vez, há dez anos. Enquanto abatíamos um, o outro me atacou e me quebrou todo. (Gerson refere-se a outra caçada, realizada em Rondônia).

Resolvemos deixar o bicho numa canoa ali mesmo e seguir até o acampamento, já que estava escurecendo e começava a chover torrencialmente. Após uns percalços, chegamos bem tarde, armamos as redes de selva e desabamos até o amanhecer."


Pressentimento

"O dia seguinte amanheceu pesado e cinzento, e assim eu também estava. Um pressentimento estranho me acompanhava. Não sentia nenhuma satisfação pelo enorme troféu abatido.

Calminha aí, antes de os entendidos de direitos dos animais se indignarem. Devo dizer que sou caçador legalizado há 34 anos e tenho licença para caçar em diversos países legalmente. E essa poderei intitular como a minha última caçada!

Quem vive nas cidades e tem pouco ou nenhum contato com as feras que andam soltas no mato costuma, de forma egoísta, condenar quem, por um motivo ou outro, gosta da atividade.

Nós somos primatas violentos e carnívoros, como todos os outros. A caça é que permitiu que aquelas pequenas tribos de hominídeos evoluíssem e colonizassem o planeta a partir da África. Muitas tribos em várias partes do mundo sobrevivem até hoje da caça.

Alguns seres humanos acham que evoluíram para abominar a caça, apesar de comerem sangrentos churrascos e filés. Eu não sou hipócrita, gosto da caça e de me alimentar de sua carne.

Bem, voltando ao ocorrido, acordamos e fomos em duas canoas carnear o bicho. Lá pelas 3 da tarde, chuva caindo, retornamos ao acampamento. Quando nos aproximamos fomos colocar uma roupa seca para irmos atrás do outro."


Tiro certeiro

"Eu estava agachado, Josemar em pé, atrás de mim, dentro do barco. De repente, escutei uma pancada no joelho e soube na hora que foi um tiro de fuzil que tinha entrado e cortado a artéria do meu joelho, vazado e cortado a panturrilha de Josemar, que ainda não tinha sentido o impacto.

O sangue borbulhou no meu joelho, e pedi um garrote para parar o sangramento, imediatamente. Quando cortaram minha calça, fizeram o garrote e me enrolaram numa lona de carne – e tambem ao meu amigo –, agora gemendo de dor, eu já estava no túnel de luz com sensação maravilhosa de conforto. Novamente tive a visão de seres familiares, como da outra vez que o búfalo me atacou em Rondônia.

Acordei com frio e chuva na cara. Já acomodado, perguntei aos caras, que já haviam remado as dez horas iniciais até chegarmos aos barcos a motor no rio.

Pedi a Deus e fui agraciado com outro choque, inconsciência e sensação de paz. Acordei algum tempo depois com muito frio, dor, chuva no rosto e água podre nas costas, quando o barco balançava.

Umas cinco horas depois, já tinha falado aos companheiros: ‘Não se esforcem tanto, já estou morto’. Gabetto acordou do choque perguntando onde estava. Comecei a ter falta de oxigênio e entrei num estado cataléptico."


"Deus, me leve"

"A dor era insuportável, pois o joelho estava destroçado. Comecei a pedir a Deus que me levasse, pois não aguentaria nem um minuto, quanto mais tantas horas de sofrimento.

Foi quando um ser que acredito ser Jesus ou um anjo enviado segurou na minha mão e falou: ‘Você vai ter de aguentar todo esse sofrimento porque sua família te ama demais e precisa muito de você. Sua missão aqui ainda não acabou. Mas o pé você vai perder’.

Com esse e outros diálogos que tive com esse ser, minha vida hoje não será mais como era. Houve uma conversão, uma espiritualidade se manifestou. Depois vou contar sobre isso, após ter encontros religiosos e ser mais esclarecido sobre o assunto.

Bem, depois de dez horas de canoa, mais 11 de barco, chegamos a uma fazenda que tinha telefone. Chamaram a ambulância, que demorou umas horas para chegar, mais outro tanto para chegar ao carente posto hospitalar no vilarejo próximo. Um remédio para dor que pouco adiantou – há horas já tocava os dedos e não os sentia, pois estavam comprometidos."


No hospital

"Conseguimos uma ambulância para uma cidade com recursos, a sete horas dali. Partimos naquele quebra-ossos gritando até o hospital, onde fomos atendidos. Só então liguei para minha mulher, Donatella, que imediatamente acionou meu pai e irmãos, comprou a passagem e partiu para lá com meu filho Pedro. Eu, meio sedado, soube que chegariam à 1h da manhã.

O excelente – mesmo – médico vascular que me atendeu falou que eu só teria 12 horas antes de se instalar uma septicemia. Assim, autorizamos a cirurgia, sempre acompanhados pelos médicos da família, por aqui. A vascularização só funcionou em partes do pé –, outras já estavam comprometidas.

Acordei da cirurgia com os rostos amados de Pedro e Donatella, suas mãos em volta das minhas. Já tinha falado com minha filha, que precisou ficar aqui, desconsolada."


Enterro do pé

"O médico pediu a um dos dois para ver a dissecação, exames e condições do pé até o joelho. Pedro assistiu aos procedimentos e ainda teve que ir à funerária – nem sabia que tínhamos que enterrar pé, fazer atestado parcial de óbito. Tinha falado para o médico cortar e jogar fora ou cremar, pois estava me incomodando muito – e ainda está, com a terrível dor fantasma.

Bem, depois de um dia e tendo melhorado, me colocaram junto com Donatella num jatinho UTI e, em 3h20, estava em minha amada cidade.

Dali para o apartamento do hospital, os cuidados do meu cunhado Claudio, do nosso amigo de longa data João Luís Sandri, do doutor João Batista Bonesi Rodrigues e do restante da excelente equipe de médicos e enfermeiras. Lá assisti à melhora da mãe de Michel Minassa, amigo de infância, e, infelizmente, o falecimento da querida Sônia Cabral.

Conselhos que posso passar? Tenha um excelente kit de primeiros-socorros no carro. Ele pode salvar sua vida, principalmente em lugares remotos. Muito cuidado ao dirigir e manusear armas. Considero as duas atividades radicais.

Deus existe e tem um plano para cada um de nós. Quem parte com a vida limpa parte para um lugar melhor...

Peço desculpas à minha família por ter feito com que sofresse tanto. Estou e não consigo parar de ficar emocionado com meus pais, irmãos e tios. A união da família Coser foi muito grande, mas abraçar de novo meus irmãos não tem preço."

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Dom Fev 10, 2013 4:59 pm

nossa que desespero para este cara e é claro que nao morreu porque Deus nao deixou um tiro de fall seja onde for faz um estrago e tanto com todo este tempo para ser atendido foi sim Deus quem o salvou .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raphael Andrade



Mensagens : 103
Data de inscrição : 23/01/2013
Idade : 31
Localização : Itapira - São Paulo

MensagemAssunto: RO   Qui Fev 28, 2013 12:09 pm

sou de Rondonia, e ate onde sei, o Ibama vetou a caça dos danados.

_________________
English Longbow de 74'' e 65#@32
Sinta a Flecha, Seja a Flecha!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
ALAN VITOR ANDRADE



Mensagens : 1424
Data de inscrição : 30/05/2012

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Sex Mar 01, 2013 8:53 pm

kra que história hein.

tantas horas a fio, com dor que sufoco...

deus sabe de todas as coisas, e concerteza depois dessa ele tem e vai ter novos olhos para a vida...

deus está contigo mesmo, espero que esta nova vida que vc ganhou de deus seja muito mais prazerosa...

obs: só não entendi como foi o tiro no joelho dele... foi ele mesmo quem atirou acidentalmente.... ou foi alguém que estava junto ???

abç
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre_Ramos



Mensagens : 963
Data de inscrição : 11/11/2012
Idade : 28
Localização : Ribeirão Preto - SP

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Sex Mar 01, 2013 9:04 pm

ALAN VITOR ANDRADE escreveu:
kra que história hein.

tantas horas a fio, com dor que sufoco...

deus sabe de todas as coisas, e concerteza depois dessa ele tem e vai ter novos olhos para a vida...

deus está contigo mesmo, espero que esta nova vida que vc ganhou de deus seja muito mais prazerosa...

obs: só não entendi como foi o tiro no joelho dele... foi ele mesmo quem atirou acidentalmente.... ou foi alguém que estava junto ???

abç

Provavelmente o tiro foi dado por outro caçador visando o mesmo animal.

_________________
Bear Anarchy HC 60# @28.5"
Falco Force 68" 45# @28" - Vendido
PSE Rally 70# @28.5"- Vendido
Cometa Fusion GR50 4,5
CBC B19-14 4,5
Voltar ao Topo Ir em baixo
ALAN VITOR ANDRADE



Mensagens : 1424
Data de inscrição : 30/05/2012

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Sex Mar 01, 2013 9:06 pm

imaginei algo do tipo...

alguém atirou no espécime e o tirou varou e o atingiu foi isso que entendi ???

se foi que falta de imprudência...


Última edição por ALAN VITOR ANDRADE em Sex Mar 01, 2013 9:32 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fly
Hunter
Hunter


Mensagens : 2359
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 45
Localização : Içara - Santa Catarina - Sul do Mundo

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Sex Mar 01, 2013 9:09 pm

deus..deus..deus..e não contou como levou o tiro...

afff

clown

abcs

Fly

_________________
E pensar que têm pessoas que acreditam que se acabarem com as armas no mundo os seres humanos se tornarão pacíficos.
Devem ter alguma falta grave de inteligência.
Fly.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre_Ramos



Mensagens : 963
Data de inscrição : 11/11/2012
Idade : 28
Localização : Ribeirão Preto - SP

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Sex Mar 01, 2013 10:51 pm

Fly escreveu:
deus..deus..deus..e não contou como levou o tiro...

afff

clown

abcs

Fly

Acho que ele não contou por que nem viu o que aconteceu!!!

_________________
Bear Anarchy HC 60# @28.5"
Falco Force 68" 45# @28" - Vendido
PSE Rally 70# @28.5"- Vendido
Cometa Fusion GR50 4,5
CBC B19-14 4,5
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasha Siemel



Mensagens : 242
Data de inscrição : 08/10/2012
Localização : Porto Alegre - RS

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Dom Mar 10, 2013 9:25 pm

Pois eh, tambem achei estranho q nao esclareceram como ele levou o tiro... erro de quem fez a materia, ou talvez ele nem quis saber quem atirou nele, apenas ficou feliz por ter sobrevivido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasha Siemel



Mensagens : 242
Data de inscrição : 08/10/2012
Localização : Porto Alegre - RS

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Dom Mar 10, 2013 9:28 pm

Hammerdin escreveu:
sou de Rondonia, e ate onde sei, o Ibama vetou a caça dos danados.

Quem sabe agora com a liberaçao do abate do javali eles nao se animam e liberam tambem... tu conhece essa regiao do Vale do Guapore Hammerdin?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Batos



Mensagens : 69
Data de inscrição : 04/09/2012
Idade : 24
Localização : Renascença - PR

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Ter Set 15, 2015 11:19 pm

Olá pessoal, estou reavivando esse tópico, pois tem notícia nova sobre esse assunto.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Imagina o potencial de arrecadação se o governo liberasse o controle desse búfalos, cobrando uma taxa pelo abate! Mas pelo tipo querem fazer pelas avessas o mesmo serviço, onerando o contribuinte.

_________________
Diamond Razor Edge By Bowtech #60 @29''
Voltar ao Topo Ir em baixo
ELCIO



Mensagens : 139
Data de inscrição : 02/05/2011
Idade : 47
Localização : Salto-SP

MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Seg Set 28, 2015 8:03 pm

Batos: não é só lamentável pela perda da chance de arrecadar dinheiro. O Estado gastará dinheiro ao invés de receber...... É extremamente triste ver que em todas as unidades da Federação, os políticos são quase todos iguais (e isso quer dizer que eles são ruins demais).
E tem um outro aspecto que quase ninguém menciona: se autorizassem caçadores fazer o controle, teríamos muito mais controle na fronteira (que não é bem vigiada) e principalmente, MAIOR CONTROLE SOBRE EVENTUAIS DESMATAMENTOS. O simples fato de termos caçadores e pescadores numa área (desde que regularizados e capacitados para suas atividades) traria uma fiscalização permanente, SEM GASTAR UM CENTAVO. Está na hora de acabarmos com esse "pensamento burro" de de caça e pesca são atividades contra a natureza. Países como o Canadá sempre autorizaram a caça e lá o número de animais não diminuem. Aqui (Brasil), a caça está proibida (o caso dos javalis, na verdade, nem é caça, é controle) e o número de "ANIMAIS" só aumenta ano a ano.
Porém, vendo o link da matéria que vc postou, a gente vê que foram chamados a opinar:
-políticos;
-OAB;
-entidades de direitos dos animais, etc...

NENHUMA REFERÊNCIA a ouvir qualquer entidade ligada à caça, ou armas de fogo, etc...

Está mais que na hora dos interessados (praticantes de tiro ao alvo, colecionadores de armas, arqueiros, apreciadores do campismo), se unirem e fazerem pressão para poderem praticar suas atividades com maior liberdade. Não somos bandidos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO   Hoje à(s) 3:48 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Video] Os famosos bufalos do Vale do Guapore - RO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» GSX 650F VALE A PENA?
» Reforma de um Tanger vale a pena!?
» Reportagem sobre o i30 no programa Autoesporte da Globo.
» Não vale o que cobra
» Quanto Vale Seu Ford KA???

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
ARCO BRASIL :: Caça e Conservação :: Caça e Conservação-
Ir para: