ARCO BRASIL
Atenção seguir as regras abaixo para comprar ou vender no fórum. Quem não seguir as regras será banido, tera os IPs bloqueados e tópico deletado. Sem exceção à regra!

Leia as regras no tópico abaixo:

http://www.arcobrasil.com/t42-regras-basicas-leia-com-atencao-antes-de-postar-um-topico
ARCO BRASIL

Fórum sobre Arco e Flecha (e tudo que for relacionado ao tema) para reunir todos os entusiastas deste esporte seja para competição ou lazer.
 
InícioCalendárioFAQMembrosRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 JORGE ALBERTO CANALE - um requiem

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Marcio Fernando Barci



Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/09/2012
Localização : coromandel -MG

MensagemAssunto: JORGE ALBERTO CANALE - um requiem   Qui Set 27, 2012 1:13 pm

RECEBI o texto do meu amigo Enrique Marti ( me autorizou compartilhar) que foi amigo dessa figura...
Canale foi um dos precursores da arqueria no Brasil, tendo fabricado arcos 'olimpicos' - foi uma figura interessante - resolvi compartilhar com os amigos

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Jorge Alberto Canale o Julio e Eu


Meu amigo Jorge Alberto Canale foi um mistério, criou um personagem que era uma versão moderna do Barão de Munchausen. Nasceu na Argentina, em Buenos Aires, e viveu por longos anos em São Paulo. Ele contava histórias mirabolantes, que tinha nascido no Egito, Filho de um Coronel médico alemão, prisioneiro na batalha de Tobruk na II Guerra Mundial e a filha de um general inglês também médica. Tinha uma deformidade de nascença nas mãos e pés, como pinças de lagostas. Seus pés não lhe permitiriam andar nunca e sim se arrastar como um réptil. Uns médicos de mentalidade um tanto controversa para a época, decidiram amputá-lo e colocar-lhe pernas mecânicas, saiu andando pelo mundo e não mais parou. Contava entre outras coisas que, a amputação se devia a um acidente de Formula 1, que foi médico de resgates no Vietnã e caiu com um helicóptero, que tinha sido arqueólogo e feito achados fantásticos, que tinha participado da guerra dos seis dias na frente do Sinai, creio que como tanquista. Escreveu um livro chamado O Sobrevivente, em que conta suas supostas andanças pelo mundo, dizia também que, tinha sido condecorado pela Rainha da Inglaterra e ganhado medalhas olímpicas como atirador de Arco e Flecha. A história pessoal parece ser outra, me inteirei há muitos anos que ele tinha sido abandonado num hospital em Buenos Aires devido a sua deformidade. Criado por médicos e enfermeiras compadecidos com uma criança com essas condições físicas, fizeram essa experiência mengueliana, que ao final deu certo. De fato, com todos seus problemas físicos foi ele quem introduziu no Brasil os arcos de Tiro Olímpico, ele os fabricava e por isso o conheci e ficamos amigos até sua morte. Era uma época em que eu estava interessado em Kiudô, e fui a praticar tiro com arco. Ele fez meus arcos, eram rústicos mas muito eficientes. Tinha um atelier onde além dos arcos e ballestras, fazia taxidermia, onde embalsamava animais de todos os tamanhos. Como taxidermista, cuidava dos animais que morriam no Simba Safári e de algumas coleções particulares. Era uma incógnita, uma vez conheci um médico num desses encontros de arqueiros, viu meus arcos e diz, são do Jorge Canale, o conheci no México fazendo não lembro o quê de arqueologia, em outra oportunidade me telefona para irmos juntos ao lançamento do Guinness Book, versão brasileira, e ele figurava no livro como recordista de um monte de coisas. Como enganou ou sé enganou o Guinness, não sei, só sei que ele está lá, tenho o livro e participei do lançamento. Gostava muito do Julio e íamos a visitá-lo no fim de seus dias quando internado na Santa Casa de São Paulo. Esta fotografia onde o Julio está montado numa vaca foi feita em 1986. A vaca foi um pedido do cineasta José Mojica Marins o famoso Zé do Caixão (1936). O Zé do Caixão é um Cult, fez de tudo, diretor, roteirista, ator, é um dos maiores expoentes do cinema marginal, fez filmes de terror, faroestes, dramas, pornochanchadas e na época de vacas magras, filmes pornôs, como este de nome 48 Horas de Sexo Alucinante de 1987, onde esta vaca gorda e empalhada pelo Jorge tinha participação especial. Acho que tratava da história de uma mulher rica e ninfomaníaca que se enfiava dentro dela para trançar com um touro ou coisa parecida. Numa oportunidade, passando pela porta de um dos cinemas, que em outros tempos tinha sido glamoroso e virara pornô com a decadência do centro, na Avenida São João, ouço um MUUU!!! MUUU!!!, olhei para o saguão do cinema e ali estava a vaca com um gravador que repetia, MUUUU, MUUU EU TAMBÉM PARTICIPO DO FILME !!!. O Jorge tinha um temperamento difícil, briguento e resmungão, não era fácil a convivência com ele. Amava os animais com fervor e tinha uma gata que viveu muitos anos e a cuidou como se fosse o mais importante de sua vida, acho que era. Foi a ela que dedicou o livro o Sobrevivente, a Ana Maria, para os amigos, Aninha.

Se algum lugar dividido em bom e mau existe depois de esta passagem pelo mundo, ele deve estar do lado bom, contando histórias aos anjos.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitorino



Mensagens : 427
Data de inscrição : 10/01/2012
Localização : RS

MensagemAssunto: Re: JORGE ALBERTO CANALE - um requiem   Qui Set 27, 2012 2:02 pm

Uma coisa é induvidavel... Deve ter sido um ser humano com historias fantasticas. Me lembrou o Forrest Gump.
Essa passagem do médico que o encontrou no México e a parte do Guinness, são de deixar com a pulga atrás da orelha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
jorge_wiendl



Mensagens : 2381
Data de inscrição : 25/08/2009
Localização : Piracicaba/SP

MensagemAssunto: Re: JORGE ALBERTO CANALE - um requiem   Qui Set 27, 2012 2:25 pm

Conheci a figura em 89/90, no atelier dele. Infelizmente não pude manter contato. Era uma figura!

Lembro que uma vez fui comprar algumas flechas com ele, proximo do horario do almoço, e ele simplesmente perguntou: Está com pressa? respondi que não, ele só falou, então cuida da loja pra mim, e só voltou uma hora depois!

A gatinha dele era uma figura, vivia dentro da blusa, e só saia quando, ou ela confiava muito na pessoa ou ele a chamava...

Valeu por compartilhar esse relato.

_________________
Nunca tive um hoyt por causa do som de violão desafinado na chuva sendo tocado por um gato manco no cio!

I walk through the valley of the shadow of death, I will fear no evil because I am the baddest motherfucker in the goddamn valley!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mamute-sc
General
General


Mensagens : 7330
Data de inscrição : 24/08/2010
Idade : 48
Localização : São Carlos - SP - Brasil

MensagemAssunto: Re: JORGE ALBERTO CANALE - um requiem   Sab Set 29, 2012 6:02 pm

muito legal, valeu por compartilhar, pena não tê-lo conhecido pessoalmente
Voltar ao Topo Ir em baixo
lsyoung



Mensagens : 1
Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 57
Localização : Cotia

MensagemAssunto: Re: JORGE ALBERTO CANALE - um requiem   Qui Jun 12, 2014 7:30 pm

O conheci em 89 por um amigo, onde então ele era egípcio e o problema em suas mãos era atribuído à explosão de uma bomba. Nessa mescla de real ou não, deixo registrado que ele era um mestre artesão, a balestra que me fez sob encomenda é uma prova de que suas mãos tortas fabricavam maravilhas: é superior em muitos aspectos a todas as outras que tenho. Acho graça quando vejo discussões sobre lubrificação de corda enquanto minha balestra "Canale" de 25 anos nunca precisará disso. Aqui deixo um "obrigado" para ele!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Brutus



Mensagens : 1434
Data de inscrição : 19/06/2013
Idade : 59
Localização : Uldine-Italia - Montes Claros-MG,Brasil

MensagemAssunto: Re: JORGE ALBERTO CANALE - um requiem   Qui Jun 12, 2014 7:56 pm

Não conheci o referido cidadão,mas,é muito curioso a sua história.

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://i57.tinypic.com/n5mvf8.jpg
Antonio Amaral



Mensagens : 1567
Data de inscrição : 29/08/2011
Idade : 53
Localização : Canavieiras Bahia

MensagemAssunto: Re: JORGE ALBERTO CANALE - um requiem   Qui Jun 12, 2014 9:44 pm

Toda semana eu ia no atelier do Jorge para comprar umas flechas de madeira e ouvir as estórias do gringo

era uma figura interessantíssima

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Bear BR 33         #60 @28.5" 
Bear Arena 30     #70 @28.5"
Bear Arena 34     #60 @28.5"  
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.bahiapescaesportiva.com.br
GaldLuc



Mensagens : 51
Data de inscrição : 10/11/2012

MensagemAssunto: Re: JORGE ALBERTO CANALE - um requiem   Qua Nov 19, 2014 8:37 pm

Conheci o Canale na década de 90. Na época praticava artes marciais e vi o anúncio de seu ateliê em uma destas revistas do gênero. Na época se não me engano a revista Impacto que semanalmente publicava matérias sobre estilos diferentes de luta.
Quando vi o anúncio do Canale fiquei curioso em conhecer o ateliê.
Me lembro bem do homem atrás do balcão da loja localizada próximo ao Largo do Arouche.
Ele me mostrou alguns arcos, flechas etc.
Conversei bastante com ele e nestas conversa ele comentou algumas destas histórias mirabolantes. .
Verdade ou não confesso que a conversa foi agradável. Diga-se de passagem que ele era uma figura interessante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: JORGE ALBERTO CANALE - um requiem   Hoje à(s) 9:53 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
JORGE ALBERTO CANALE - um requiem
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Jorge Relvas
» Apresentação Jorge Junior
» apresentaçao de Alberto Costa
» CAOA - a história de Carlos Alberto de Oliveira Andrade
» Caçada aos coelhos na ilha de S. Jorge

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
ARCO BRASIL :: Discussão Geral-
Ir para: