ARCO BRASIL
Atenção seguir as regras abaixo para comprar ou vender no fórum. Quem não seguir as regras será banido, tera os IPs bloqueados e tópico deletado. Sem exceção à regra!

Leia as regras no tópico abaixo:

http://www.arcobrasil.com/t42-regras-basicas-leia-com-atencao-antes-de-postar-um-topico
ARCO BRASIL

Fórum sobre Arco e Flecha (e tudo que for relacionado ao tema) para reunir todos os entusiastas deste esporte seja para competição ou lazer.
 
InícioCalendárioFAQMembrosRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Como montar um kit de acampamento.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Sandro



Mensagens : 463
Data de inscrição : 14/11/2010
Idade : 50
Localização : Naviraí - MS

MensagemAssunto: Como montar um kit de acampamento.   Dom Jan 29, 2012 10:14 pm

Bom, pessoal quando eu citei no tópico sobre acampamento sobre um kit de acampamento/sobrevivência, algumas pessoas me perguntaram a minha opinião sobre o que deveria conter um kit destes, então...
O que deve conter esse tipo de kit? Como preparar para minimizar o espaço? Como carregá-lo consigo para emergências?
Essas são perguntas comuns que para um iniciante em buscraft e leva-se anos para ser respondida mas que com algumas dicas pode ser abreviada em muito.
Primeiramente, só se consegue montar o kit perfeito para as nossas necessidades com a prática. Depois de algumas idas ao campo e sentir a necessidade específica de cada um, pois que cada praticante tem um tipo de ambiente que freqüenta, o que requer alguns utensílios básicos para esta região, cada praticante tem necessidades diferenciadas, e que requerem também utensílios apropriados e, cada um tem opinião diferente a respeito do que se deve levar ou não, dentro do seu conceito de até onde se deve facilitar a sua permanência e até onde se deve forçar a improvisação e o desenvolvimento de técnicas próprias.
Depois, deve-se levar em conta o grau de isolamento a que estará sujeito e a quantia de dias que permanecerá nesse local pois quanto mais tempo se permanece, maior é a quantidade de materiais que se deve levar.
Eu tenho visto alguns vídeos sobre o assunto em que uma pessoa que se julga expert nisso ou naquilo, critica a tudo e a todos e acaba por não cumprir a promessa básica do vídeo que é ensinar alguma técnica nova que pode tirar uma pessoa em situação de sobrevivência de apuros, outros perdem muito tempo ensinando os atentos espectadores do vídeo a... riscar um fósforo. E técnica que é bom.
Mas também tenho visto muita coisa boa, provando porque essa ou aquela técnica não funcionam e mostrando as que funcionam com muito propriedade.
Tem muita gente boa que pode e quer passar coisas legais então, é saber separar o joio do trigo.
Algumas dessas pessoas critica muito alguns tipos de materiais que para outras pessoas é aproveitável ou até mesmo um item básico. O que eu quero diser é, mesmo que você assista algum destes vídeos e que o expert tenha uma determinada opinião, pense o que você acha disso. Esse equipamento tem sido util a você? Você confia nele? Então a resposta é, “faça bom uso dele”.
Já ví pessoas criticarem veementemente os canivetes de múltiplas lâminas e diserem que estas são muito finas e que não servem para o trabalho duro. Eu uso um a mais de 20 anos e todas as ferramentas/lâminas dele ainda funcionam perfeitamente.
Usar o que tem com parcimônia e cuidado é uma regra básica de sobrevivência pois se não souber fazer isso, a melhor faca do mundo não lhe será suficiente.
Você pode destruir muita coisa e pode até sentir prazer nisso se esse for o seu objetivo mas criar algo é que é realizador. O homem é basicamente um fazedor de ferramentas então, modificar os objetos para que o atendam melhor é a chave para que o equipamento se adapte melhor às suas necessidades e você tenha meis sucesso no que pretende. Se não houver equipamento fica mais dificil mas lembre-se que os nossos antepassados não os tinham, e então, como conseguimos chegar até aqui. IMPROVISAÇÃO.
Vou procurar se suscinto (pra mim isso é difícil pois gosto de tudo explicadinho) sobre o assunto passando o máximo de informação que eu puder em um mínimo de espaço e já me julgarei atendido no meu intento se, em pelo menos uma destas dicas estiver ajudando alguem a compor o seu kit e não sendo totalmente obvio.
Laminas.
Bom, pra começar, o primeiro item que se deve ter para sair em uma incursão ao mato (ou ao campo) e que não devemos jamais sair de casa para esta finalidade sem uma. Reparem que disse “lâminas” e não facas porque conforme o local onde se vai, uma faca é até um exageiro pois que não se vai colocar uma faca na cinta para ir a um local muito próximo a habitações sob o risco de ter o seu instrumento apreendido por policiais pois que algum assustado morador o denunciou, então, para estes casos um bom canivete é suficiente.
Canivetes: Canivetes de multipla funções são excelentes escolhas desde que não vá tentar cortar árvores grossas com as suas finas lâminas de corte. Na maioria, estes canivetes possuem uma serra muito boa para esta finalidade. Caso não tenha grana para comprar um com essas características e de boa procedência, procure um que tenha, pelo menos 4” (quatro polegadas) de comprimento de lâmina por uns 3 mm de espessura que agüentará bastante paulada se precisar. Dê preferências a canivetes de abrir com a mão e com trava para não se fechar na sua mão em um momento de apuros. Canivetes do tipo de abrir com apenas uma mão (one hand) e com trava são uma opção melhor ainda.
Faca: Facas para buscraft são projetadas para a maioria das necessidades que irão surgir e se tiver acesso a uma delas pode incorporar ao kit. Isso é mais uma condição de gosto e preferência pessoal do que qualquer outra coisa em se tratando de kit de sobrevivência pois já ouvi muitas opniões a respeito do tema e eu tenho a minha pessoal que vou postar aqui e me desculpem os que não concordarem com ela mas depois discutiremos a respeito e talvês alguem mude a minha.
Uma boa faca para esta função não deve ter lâmina menor que 12 e nem maior que 20 cm sendo que eu particularmente considero 15 a 18 cm como o ideal. Menos que isso dificulta para corte de madeira pois até para se espancar a ponta da lâmina no corte de lenha sobra muito pouca lâmina para fora da madeirae fica difícil, mais do que 20, obviamente começa a aumentar em demazia o peso do equipamento e começa a fugir ao propósito. Quanto à espessura da lâmina, escolha as que tem um mínimo de 4 e, no máximo 6 mm de espessura. Aço carbono é muito fácil de re-afiar em caso de perda do fio, mas também perdem o fio muito facilmente e em algumas circunstâncias até sozinho por causa da oxidação. Lâminas de inox são mais práticas e preferencialmente quando se está em um local em que conseguir material apropriado para re-afiação fica quase impossível. Para aquelas pessoas que tem um pouco mais de condição financeira, aconselho a compra de facas de sobrevivência, mas desde que sejam originais e de boa procedência pois imitações pipocam em todas as casas de caça e pesca e são inúteis. Para maior informação sobre o assunto, vejam os posts sobre as facas “jungle King”, “Marto-Brewer – Explora Survival” e “Aitor Commando” no tópico sobre facas que já estará medianamente esclarecido sobre o tema.
Caso opte por uma destas, muita coisa já terá sido instalada na própria faca (kit de pesca, de acendimento de fogo, de costura, orientação, etc.), não necessitando uma redundância.
Facão: Se necessário pode-se incorporar ao kit um facão para as tarefas mais árduas, mas nesse caso, um facão de 20” por 2,5 a 3 mm de lâmina é mais do que suficiente para fazer uma verdadeira derrubada na selva (logicamente esse não é o objetivo).
Machados ou machadinhas: Honestamente, não vejo a menor necessidade na utilização destes instrumentos se não for para confeccionar uma casa com elas. Hoje virou febre os famosos Tomahawks que, pra quem curte, que faça bom uso deles, mas pra mim, muito peso pra utilidade reduzida.
Serras dobráveis: Creio eu que são mais úteis que as machadinhas mas ainda assim, muito grandes e desengonçadas para se transportar. As serras dos canivetes suiços são muito eficiente e não acho necessário gastar espaço e energia com uma destas.
Garrotes: Existem, porém, os garrotes de enrolar e que se passa por sobre o galho e puxa-se em movimentos de vai e vem e que nunca testei, mas a meu ver são mais uteis e ocupam muito menos espaço. Não sei quanto à durabilidade que tem, se alguem o possui e utiliza, coloque a opinião pra debatermos.

As necessidades básicas.
Para que um kit de sobrevivência seja próximo do ideal, deve auxiliá-lo a conseguir manter se vivo em condições razoáveis de integridade e, para isso, deve auxiliá-lo a conseguir os elementos vitais que são água e comida fogo e abrigo.
Comecemos pelo mais emergencial:
A água:
Vive-se muito pouco tempo sem água, e principalmente nas matas do Brasil que são quentes e úmidas, provocando a sudação excessiva e conseqüente perda de sais. Conseguir água na selva é relativamente fácil, desde que se saiba onde e como procurar, mas, para tanto, deve-e estudar a fundo como encontrá-la. Pode ser a partir de cipós, de minas, de rios ou mesmo de poças d’água, mas ai, será necessário fazer o tratamento dessa água e, para isso, eu levo sempre comigo em meu kit, um pequeno kit de purificação química.
Tratamento químico – Um pequeno frasco com solução de iodo 5%, bastam 5 a 7 gotas dentro de um cantil de água e a água estará potável em cerca de meia hora. É bom? Não, não é! Deixa a água com gosto muito ruim, de remédio, tanto que nos força a evitar bebê-la e isso é um risco à saude. Por esse motivo, eu levo também um pouco de ácido ascórbico preparado em um laboratório de manipulação para ser usado para retirar o gosto ruim da água. Bastam 5 a 10 gotas que o gosto ruim some em alguns minutos. Isso eu aprendi através de vídeos da equipe “Mestre do Mato” que tem outras dicas bem legais também. Outra forma, muito mais eficiente e mais prática de se purificar a água é a utilização de comprimidos de clorin plus que na realidade é hipoclorito de sódio concentrado ou seja, aquele mesmo composto existente no alvejante de roupas ki-boa que, a propósito, também pode ser usado, bastando 5 gotas para cada litro d’água, mas que também deixa sabor na água, não tão ruim quanto o iodo, mas não é bom também não.
Para transportar esses líquidos, coloque-os em um frasco de plástico flexível, destes de colírio ou de dipirona previamente lavados cuidadosamente.
Opte pelo que for mais fácil de encontrar, alvejante, comprimidos de hipoclorito ou iodo e ácido ascórbico pois todos esses produtos tem prazo de validade não muito longa.
Filtro - Existe hoje no mercado um filtro denominado “life Straw” que tem duração de um ano de uso e que, além de filtrar a água de partículas indesejadas, também elimina (segundo o fabricante) 99% dos micro-organismos nocivos aos seres humanos pois que também faz o tratamento químico da água através de produtos adicionados ao elemento filtrante.
Coleta e fervura - Deve prover o seu kit com um bom cantil, desses militares com caneco e capa para facilitar o transporte. Se conseguir também o fogareiro apropriado a ele é muito bom pois com ele pode-se ferver água com muito pouca lenha e tempo. Caso não queira carregar muito volume, uma garrafa d’água destas descartáveis pode ser usada para a fervura da água, desde que não deixe entrar em contato com as chamas. O gosto da água fica terrivel, mas não vai morrer de diarréia.
Lenço ou bandana - Adote a postura de carregar um lenço grande ou uma bandana de material que tenha a trama fina, tal como o brin ou um tecido de algodão previamente lavados e preferencialmente alvejados. Esses dois tipos de tecido, depois de lavado costumam entrelaçar suas fibras, fazendo com que o espaço entre elas fique menor e, portanto, sirva como um filtro mais eficiente. Pode usa-lo exatamente para esta função, para fazer a primeira filtragem da água, livrando-a de particulas maiores e sujidades leves que, do contrário, irão entrar no caneco no momento da retirada da água do ambiente. Esse lenço servirá também para coletar água de orvalho pela manhã bem cedo ou depois de uma garoa fina ao ensopá-lo na vegetação úmida e torcê-lo dentro do cantil. Em alguns casos de calor muito extremo, pode usá-lo também para umedecê-lo com água e envolver o pescoço pois as artérias mais grossas do organismo passam por ali e, arrefecendo essa parte, pode fazer com que o sangue mais fresco irrigue boa parte das veias periféricas e ajudando a corrigir os efeitos da exaustão por calor.

Alimentação: A dificuldade na obtenção de alimento é muito grande na selva pois, devido à grande variedade de vegetais existentes nesse ambiente, torna difícil identificar quais as espécies comestíveis ou não, então, a coleta de alimento recai basicamente nos alimentos de origem animal.
Caça: Esta prática é proibida no Brasil, exceto em caso de pessoas com risco de morte por falta de alimento, de pessoas que não tenham onde comprar alimentos por impossibilidade de distância ou de catástrofes naturais ou, ainda, aos silvícolas, pois que significam o último recurso destes. Então, abre-se uma exceção para estes casos.
Linha de nilon - Coloque em seu kit alguns metros de linha de nilon de multifilamento preferencialmente verde no diâmetro 0, 30 e 0,40 mm para a confecção de armadilhas, uns 20 m de cada deve ser mais que suficiente.
Argolas de chaveiro - Pelo menos umas cinco argolas destas de chaveiro para fazer a linha correr por dentro dela quando montar armadilhas pois se o fizer passando por volta de galhos, esta tende a cortar o galho, penetrando na casca e travando o funcionamento da armadilha.
Cabo de aço encapado – Leve alguns metros de cabo de aço fino e encapado com resistência para 40 lbs. (15 kg +_). Leia artigos de como confeccionar armadilhas e pratique sempre que possível, mas lembre-se de desarmá-las antes de ir embora pois que pode significar risco a algum desavisado. Embora esta forma de caça seja muito repudiada por muitos, é a forma mais segura de se conseguir alimentos de origem animal e só é recomendada em caso de vida ou morte pois além de desumana é ante-desportiva.
Atiradeira – Compre um modelo comercial compacto ou confeccione você mesmo uma o mais leve e compacta para ocupar pouco espaço. Se tiver acesso a tarugos de duralumínio ou aço inox, senão pode fazê-lo com ferro de construção ؼ”, confeccione uma forquilha compacta usando maçarico para dobrar o material (não o alumínio, senão derreterá) e faça um estilingue. Amarre a borracha, tanto na malha quanto na forquilha com linha de seda encerada e enrole mais uma boa quantia desta linha na forquilha para que possa fazer reparos de campo. Pedras são a munição mais fácil e rápida de serem encontradas na natureza e as atiradeiras são armas bastante eficazes em mãos habilidosas, portanto, pratique de vês em quando pois as habilidades conseguidas com armas instintivas (atiradeiras, arcos, fundas, zarabatanas) são perecíveis, ou seja, se não praticar de vês em quando, perde-se.
Pesca: É ai que repousam as nossas maiores chances de sucesso na obtenção de alimento, logo, seja generoso na confecção do seu kit de pesca.
Linha- As melhores são as de multi-filamento trançado pois que tem muita resistência e desgastam-se pouco se deixadas em um kit por muito tempo. As linhas de mono-filamento geram um efeito denominado “memória” se deixadas por longo tempo enroladas em rolos finos, o que as deixa com haspecto de mola depois de desenroladas, dificultando a fisgada de peixes mais astutos e ligeiros. Caso o recipiente que vá utilizar para guardá-las seja pequeno, opte pelas de multi-filamento que darão menos dor de cabeça na hora de desenrolar. Porém, se levar as linhadas já prontas, as de multi-filamento costumam enroscar nos anzois que ao serem retirados desfiam as linhas, então, para cada caso um tipo de linha deve ser usado.
Linhas nos diâmetros 0,15, 0, 20, 0,30 e 0,40 são mais do que o necessário para qualquer situação de aperto. Leve uns 10 m de cada diâmetro.
Anzóis- É ai que as opções dão trabalho. Existem tantos modelos e marcas diferentes no mercado que chega a ser difícil a escolha. Faça alguns testes em casa e escolha as marcas e modelos que mais gostou, verifique a resistência ao entortamento apertando-os com um alicate, a capacidade de fisgar passando-o com a ponta sobre a própria unha (quanto mais enroscar na unha, melhor é a capacidade de fisgar). Seja redundante, leve pelo menos 5 tipos de cada anzol escolhido e compre pelo menos 10 tamanhos diferentes pois isso ocupa pouco espaço e será útil para uma infinidade de peixes desde os lambariseiros ou mosquitinhos como são chamados os anzóis pequenos e que garantirão a forma mais rápida e divertida de se matar a fome, até os de 15 a 17 mm de comprimento e que podem apanhar um peixe de aproximadamente 4/5 kg ou mesmo aves.
Chumbada- Leve chumbadas em concordância de tamanho e quantidade com os anzóis.
Dica 1: Se tiver uma latinha de chumbinhos para espingarda de pressão, é um bom local para se transportar os anzóis e chumbadas sem os perder. Caixas plásticas dessas para guardar protetores auriculares também servem e são muito mais compactas podendo, eventualmente, ser transportada na cinta ou no coz do bolso pois possuem um passador para esta finalidade.
Boias- Não se preocupe em levar boias pois ocupam muito erpaço e podem ser improvisadas com gravetos secos satisfatóriamente, mas se preferir, pode-se levar algumas dentro das latinhas de chumbinhos.
Dica 2: Uma boa forma de se levar esse material todo é preparando-os já com os anzóis e chumbada montados pois que em uma situação adversa pode ser difícil preparar as linhas e anzois e poupa muito tempo se estes já estiverem montados em pequenos kits. Para tanto, corte cerca de 2,5 a 3 m de linha e amarre os anzois em uma das pontas, passe a chumbada através da outra ponta até ficar com uma distância de 4 dedos aproximadamente dos anzóis e amasse-as para ficarem presas, mas não tanto que possa amassar a linha também pois isso gera um ponto de ruptura na linha. Enrole essa pequena linhada em volta de dois de seus dedos e retire-as em forma de rolinhos, passe um pedaço de fita adesiva (eu uso uma fina tira de esparadrapo) em volta do anzol e da chumbada para que não desenrole emaranhando todo o conjunto e inutilizando-o. Faça isso com todos os anzois e linhas pois que quando for pescar é só descolar esta fita e desenrolar a linhada, amarra-la a uma estaca, iscá-la, fincá-la no barranco e esperar que o peixe venha.
Só no cabo das minhas facas eu procuro não deixar menos que oito destas em 3 espessura de linhas e 5 tamanhos de anzóis diferentes.
Tempero: Pode parecer um exagero pois quem está no mato deve comer os alimentos do jeito que for possível, mas o fato é que quem já teve que comer algum tipo de carne cozida sem sal sabe que fica parecendo comida de doente, logo, eu carrego sempre no meu kit um frasco desses de filme de fotografar com sal. O sal é muito útil também para o caso de perda excessiva de liquido em caso de calor excessivo, umedeça o dedo na saliva, coloque-o sobre o sal e passe o dedo sob a língua. O sal dissolverá vagarosamente e isso fará com que o organismo retenha liquido, além de elevar a pressão arterial evitando a exaustão por calor.
Utensílios de cozinha: Dependendo do tempo que vai permanecer no campo, deve-se levar também alguns utensílios que possam ser úteis para condimentar o alimento. Na maioria dos casos o caneco dos cantis deve dar conta do recado sozinho, mas caso queira fazer mais de um alimento, uma pequena panela é de grande auxílio. Eu costumo carregar comigo uma pequena marmita que ao ser destampada, a tampa serve de prato (ou frigideira, se assim o desejar) e a alça que a prende se transforma no cabo da panela. Como este tipo de coisa sempre ocupa muito espaço, costumo levar os talheres, juntamente com um frasco com óleo, outro com pimenta. Quanto aos talheres, eu uso sempre uns da Aitor que ganhei a algum tempo atras e que hoje existem algumas réplicas chinesas que darão o mesmo efeito, são bastante compactos e dão conta do recado.
Comida.
Parece meio estranho carregar alimentos para uma escursão de sobrevivência, mas é assim mesmo que deve ser, pois quem garante que você vai conseguir arranjar alimento na hora que necessitar, principalmente no primeiro dia onde serão tantas as tarefas a serem feitas que o que menos terá é tempo para ir atraz de alimentos e sobrará fome devido às tarefas executadas que exigirão raciocínio e atividade. Se você se sair bem e não precisar do alimento que levou, ótimo, traga-o de volta e reaproveite na próxima. Isso mostra que você está amadurecendo nesse tipo de atividade e que já pode se considerar um expert em conseguir alimento naquele ambiente que freqüenta, é hora de ir em busca de novos locais com maior dificuldade.
Sopa instantânea – Isso já virou tradição entre os campistas e pescadores pois é um tipo de comida que ocupa pouquíssimo espaço e não necessita temperos pois já vem pronta, além de perder-se muito pouco tempo para a confecção e, com isso, também menos recursos naturais para a confecção da fogueira.
Arroz – Existem no mercado à venda alguns pacotes de arroz parborizado que você cozinha dentro de um saquinho plástico. Esse arroz não necessita de tempero ou óleo para a fritura do mesmo, basta colocá-lo na água fervente e esperar que cozinhe, abrí-lo e comer. O sabor é agradável. Costumo levar um pacote para cada dia de estadia em acampamento.
Barras de cereais – São para os horários entre as refeições em que bate aquela fominha e da uma falta de energia. São ótimos repositores de sais e vitaminas, embora dêem uma sede depois.
Bolachas – Algumas bolachas dessas que vem em pacotes grandes mas divididas em vários pacotinhos menores. Servem para um café da manhã.
Capuchino – Também para o café da manhã. São práticos pois não é necessário levar nem leite nem açúcar e nem café instantêneo separadamente, o que fatalmente iria ocupar mais espaço.
Amendoim – Amendoim torrado constitui uma grande fonte de energia, além de manter o seu organismo trabalhando pois depois de um pobre café da manhã, almoço ou jantar, o seu organismo pode querer mais alguma substância para abastecer-se, então, o amendoim é muito bom nesse quesito. Também antes das refeições, um bocado de amendoim pode arrefecer a fome.
Òleo – Levo também um pequeno frasco de sal de frutas cheio de óleo de soja para o caso de querer fritar algum peixe ou um pequeno passaro ou mesmo para limpar a pele de algum parasita como carrapato ou piolhos. O óleo também ajuda muito na hora de acender uma fogueira com madeira molhada (derrame algumas gotas de óleo sobre gravetos finos e use a vela para acendê-los).
Bacom defumado – Além de ser uma excelente fonte de gordura podendo ser comido frito mesmo sem a adição de óleo, pode-se derramar a gordura derretida sobre madeira úmida para acender a fogueira. O bacom defumado não estraga, mas deve-se levá-lo bem empacotado pois do contrário fará uma grande lambança dentro da mochila.

Fogo.
O fogo, tanto para a purificação da água quanto para o condimento de alimentos ou proporcionar conforto ao sobrevivênte é um fator excencial à manutenção da vida. Kits de acendimento de fogo são realmente de grande valia. Leve consigo, além de fósforos ou isqueiros, algum método alternativo de acendimento de fogo como fósforos impermeáveis, pederneiras, magnésium fire starters ou o que achar melhor.
Dica 3- Pode-se impermeabilizar os fósforos através da utilização de parafina líquida. Acenda uma vela e espere-a derreter por um instante, quando já tiver parafina derretida suficiente para cobrir a cabeça do fósforo, mergulhe-o nessa parafina, retire e espere endurecer. É importante fazer o mesmo com o resto do palito também pois se este molhar a duração do acendimento do fósforo será reduzida.
Importante- Quando for riscar o fósforo, raspe a cabeça do mesmo com a unha para retirar a parafina pois senão danificará a lixa e inutilizará a mesma.
Dica 4- Fósforos à prova de umidade e preparados para acender mesmo sob vento forte são muito bons, mas difíceis de serem encontrados. Pode se confeccioná-los usando pólvora preta. Umedeça a pólvora com água até conseguir uma massa uniforme e um pouco mais consistente que a massa de bolo, coloque-a sobre um papel untado com parafina e enrole este papel em volta do palito de fósforo normal, mas deixando a cabeça deste de fora. A polvora preta não incendeia por atrito, mas somente pela fagulha. Depois de seca, retire o papel. Se este não quiser sair, dê uma leve aquecida com a chama de uma vela até que solte mas coloque-o ao lado da vela e não acima. Depois disso, impermeabilize como descrito anteriormente, só que agora envolvendo toda a parte de pólvora e do palito.
Dica 5- Leve sempre consigo uma vela fina pois é mais fácil acender a vela com o fósforo e, com ela, acender a fogueira do que tentar acender a fogueira com o fósforo.
Algumas pessoas costumam empregnar um cordel de algodão com vaselina e usar um pedaço de tubo feito com bambú ou algum metal para ser utilizado como vela de iluminação mas isso faz um lambuzeiro geral sempre que você for usá-lo. Pode se conseguir praticamente o mesmo efeito se embeber o mesmo cordão em parafina aquecida até que fique em estado líquido. A parafina endurecerá tão logo esfrie, e isso se dá muito rápidamente, e quando for acesa queimará da mesma forma que uma vela, apenas mais rápida por causa da quantidade de parafina que é menor e o cordão que é mais grosso, mas a chama ilumina bem mais também. Mas eu ainda prefiro a vela pois com ela pode-se preparar um candeeiro usando uma lata de cerveja ou um gomo de bambú.
Algodão – Um chumaço de algodão que caiba bem compactado dentro de um pote de filme fotográfico vazio é um grande auxiliar na hora de conseguir fazer fogo pois incendeia com extrema facilidade e dá uma chama prolongada o suficiente para dar tempo de pegar fogo em arbustos, folhagens secas ou até alguns gravetos finos.
Pederneira- São excelentes para qualquer situação. Compactas e eeficientes mesmo molhadas. Aprenda como usá0las com eficiência antes de sair a campo com ela. Algodão, raspas de madeira seca ou mesmo madeira podre pulverizada acendem rápidamente, mas prepare a fogueira de modo certo com mechas de capim ou putro material seco por baixo e gravetos por cima, somente depois de pegar fogo nisto é que vai se aumentando a grossura do material a ser queimado.

Orientação.
Mapas e cartas de navegação - Isso somente para ambientes grandes e longe de habitações.
Podem ser inuteis se não souber como usá-las, procure sempre aprender com pessoas mais experientes, alguma forma de navegação alternativa (sem mapa ou bússola). Procure sempre saber o tamanho e o grau de dificuldade que o ambiente onde está entrando apresentará, caso não possa levar consigo, dê uma olhada em um mapa antes e saiba por onde entrará e qual a direção que deverá seguir em caso de perder-se. Quais os obstáculos que irá se deparar indo em direções opostas.
Bussola – Uma bússola pequena e leve, do tipo Silva ou mesmo estas bússolas-botão serão melhor que nenhuma. Antes de colocá-la em seu kit, confira a sua precisão comparando-a a uma maior e mais precisa. Tenha sempre em mente que quanto menor a bússola, também será menor a precisão a que estará sujeita mas o ajudará sem sombra de dúvida a não andar em círculos pela mata.

Abrigos.
Material para abrigo normalmente ocupa muito espaço e é natural que não coloquemos em nossos kits uma barraca ou tenda, mas é possível levar um mínimo para nos colocar fora do alcance de criaturas noturnas que caminham sobre o chão.
Rede - Uma rede destas de material de paraquedas é leve e compacta o suficiente para ser carregada detro de uma bolsa a tira colo, mas se o caso é levar o básico do básico, serão muito grandes para transportar. Agora se puder dispor de uma bolsa, faça algo mais, enrole uma destas redes dentro de outra pois uma lhe servirá de cobertura enquanto a outra será a sua cama. Adicionalmente as cordas de uma delas, se retiradas, servirão de amarras para o seu teto improvisado.
Cordames - Leve um rolo de paracord com uns 30 m aproximadamente para o caso de não levar as redes pois poderá lhe servir de amarras para um abrigo.
Filme plástico – Adicionalmente, pode-se levar um filme plástico com aproximadamente 3x3 m pára improvisar uma cobertura. Esse plástico deve ser o mais fino e resistente possível.
Telheiro- Recentemente encontrei uma coisa que buscava a anos, tecido de nilon fino. Ele pode até não ser impermeável, mas com certeza não deixará a chuva chegar até você. Nas lojas de comercialização de tecidos, tem um nome parecido com Failete, ou algo assim. Eu comprei dois pedaços de 3 m de comprimento por 1,5m de largura e mandei costurar no meio e fazer a barra pra não desfiar. Depois pode-se passar impermeabilizante de tecidos em uma das faces que fica melhor ainda.

1os Socorros.
Como estes kits tem a função básica de prevenir uma situação ruim, nada mais justo que a prevenção contra problemas de saúde ao qual qualquer um estará sujeito. Sofrer um acidente em um ambiente inóspito, seja por ferroadas de insetos, seja por picadas de cobras ou mesmo por algum descuido que nos faz cortar-se, esfolar-se ou mesmo quebrar algum membro é muito fácil e isso tornará a situação, que já está ruim, em uma ainda pior. Para tanto, é bom estar prevenido.
Antissépticos – Como já mencionei no item sobre a purificação da água, levando um pequeno frasco com iodo, esse item já suprirá a necessidade de antissépticos otimizando bastante o espaço. Se optar por outro método de purificação, leve mercúrio ou mertiolate que não ardem como o iodo.
Atenção- Se a caso estiver à beira mar e sofrer cortes por corais, não use o iodo pois este faz com que bactérias específicas de corais alimenten-se e creçam desordenadamente deixando uma situação ruim, péssima. A infecção pode sair do controle rapidamente.

Algodão – Como também já colocamos esse item no tópico pertinente ao fogo, já estamos supridos dessa necessidade.
Band-ayds – Leve pelo menos 5 a 10 band-aids para cobrir pequenos cortes e arranhões para evitar atrito e possíveis infecções. São muito úteis também em caso de bolhas nos pés pois acolchoam o local e retiram o atrito do contato com a pele.
Esparadrápo – Eu costumo levar pelo menos dois metros de esparadrapo retirando-os do rolo original e enrolando-o em volta de si mesmo ou em torno de um tubo de caneta bic cortado pois compacta mais. Pode-se levar fita crepe em vêz de esparadrapos mas está tem poder adesivo menor. Serve para cobrir alguma esfoladura em conjunto com o algodão e retirar do alcance de moscas e insetos. Para o caso de cortes mais profundos, recorte os esparadrapos em forma de borboleta e cole-os de forma a unir ambas as partes do corte deixando a parte mais fina em contato com o corte, isso evitará que precise costurá-lo. Pode se utilizar os band-ayds tambem para esta finalidade mas soltam-se com maior facilidade.
Gase – Para envolver ferimentos ou ajudar a manter talas para o caso de membros quebrados que devem ser imobilizados.
Anti-termicos – É comum em meio a uma situação adversa, suarmos excessivamente e, assim, umedecermos as roupas e ao cair da noite essas roupas úmidas tendem a nos fazer sentir frio e essa mudança brusca de temperatura afeta o organismo, causando-nos febre e, por veses, hipotermia grave. Um comprimido de ácido acetil salicilico (AAS ou Doril) é o suficiente para combater este efeito satisfatóriamente. Uma cartela destes comprimidos citados acima é o suficiente.
Anti-inflamatórios – Para o caso de alguma infecção dentária, de garganta ou algo do gênero. Nada que não possa ser resistido mas que gerará um desconforto. Uns 5 comprimidos de diclofenaco de sódio ou potássio (os famosos Cataflãns), devem trazer alento.
Anti-istamínicos – Alguns comprimidos de Altiva 180 são, sem dúvida uma escolha melhor do que o famoso Istamin pois este último, apesar de muito eficiente, mas derruba até elefante causando sono profundo por horas deixando o indivíduo até mesmo desorientado em caso de não dormir, efeito que o Altiva 180 não causa. Serve para cortar efeitos alérgicos de picadas de insetos como abelhas, marimbondos e, na emergência, até para escorpiões e aranhas nas esses últimos não dispensarão tratamento adequado em posto de saúde.
Obs.- Verifique com um médico antes de usar estes remédios pois não sou do ramo e eu uso porque ja conversei com um a respeito. Aqui só estou colocando a sujestão mas é o profissional do ramo quem dirá se pode ou não.
Sugador para picada de cobras - Exitiam antes no mercado um kit para picada de cobra chamado “ovo de cobra”, hoje são fabricados de outras formas e modelos, mas normalmente pode se improvisá-los com uma seringa pequena . Corta-se a ponta da seringa e, depois de picado, coloca-se sobre o ferimento e pucha-se a haste da seringa para que succione o sangue com veneno. Antigamente, tinha-se a idéia de que se deveria cortar a pele e succionar o ferimento com a boca, desde que não se tivesse cáries nos dentes, hoje, porém, não é mais aconselhável fazer isso pois corre-se o risco de atingir alguma veia mais forte e injetar o veneno de forma mais eficiente nas artérias então, nada de lâminas de bisturí ou coisa que o valha, apenas succione o mais rápido possível pois o tempo é inimigo do sobrevivente. Procure deixar esse acessório em local o mais fácil possível para mais prontamente conseguir usá-lo.

Outros apetrechos.
Visam dar uma maior segurança e, ou proporcionar algum conforto.
Farolete pequeno – Para livrá-lo de algum risco durante a noite á sempre bom termos à mão um pequeno farolete para usá-lo como uma vela, para por isca no anzol ou mesmo para a trilha. Um “mini maglite” ou um desses pequeninos faroletes à led com baterias carregadas é muito útil. Para uma estadia maior, um farolete médio será melhor.

Resumo.
Podemos definir as listas de materiais da seguinte forma:
Kit 01 -
Para um local medianamente habitado em que possa sair de uma situação com aproximadamente um ou dois dias, tais como incursões de fim de semana ou viágens não programadas. Esse preferencialmente deve estar sempre ao alcance das mãos ou portado comsigo diariamente.
Kit 02 –
Para locais onde possa haver complicações por causa de fatores climáticos (chuvas fortes, enchentes, etc.). Incursões de pescaria ou acampamento em locais de acesso mais complicado. 3 a 5 dias.
Kit 03 –
Para áreas onde a entrada de pessoas é mais restrita, portanto, onde o concurso de auxílio é mais difícil. 6 a 9 dias.
Kit 04 –
Para excursões de travessia onde o indivíduo vai estar em movimento e, portanto, não só difícil de ser localizado como com maior facilidade em perder-se ou acidentar-se. 10 a mais dias.

Kit 01: 1 a 2 dias
01 - Canivete de múltiplas funções;
02 - Garrafa d’água;
03 – Lenço de brim ou algodão;
04 - Farolete pequeno;
05 - Kit de pesca reduzido, anzóis (3 de cada tamanho em 5 tamanhos), chumbadas (umas 5 pequenas) e linha (5 a 7 m de linha 0.15, 0.20 e 0.30);
06 – Sistema de acendimento de fogo;
07 – Kit de costura.
08 – Band ayds (5 und.);
09 – Bússola botão;
10 – Um cordel fino (Ø2 a Ø3 mm).
Levado à cinta, em um bolso de jaqueta ou em uma pequena pochete. Peso aproximado 200 a 300 g se considerado a garrafa d’água de 250 mg cheia acrescente mais 250 g.

Kit 02: 3 a 5 dias
01 - Canivete de múltiplas funções;
02 - Um cantil com caneco e fogareiro portátil;
03 – Filtro portátil ou produtos de purificação de água;
04 – Lenço de brim ou algodão;
05 – Atiradeira;
06 – Kit de pesca com anzois e chumbada (5 de cada tamanho em 5 tamanhos diferentes) e linha (10 m de cada diâmetros 0.15, 0.20, 0.30 e 0.40);
07 – 5 Barras de cereais;
08 – 1 kg de amendoins;
09 – 5 a 7 pacotes de sopa instantânea;
10 - Kit de acendimento de fogo (isqueiros, fósforos ou pederneira);
11 – Uma vela pequena;
12 – Farolete pequeno;
13 – Bússola pequena;
14 – Cordas de 3 a 4 mm de diâmetro;
15 – Um rolinho de filme plástico 3x3 m o mais fino possível;
16 – 5 band-aids;
17 – 3 anti-térmicos;
18 – 3 anti-istamínicos;
19 – 3 Diclofenaco de potássio (ou sódio);
20 - Kit para picadas de cobras.
Levado em um bornal à tiracolo ou em uma pequena mochila de aproximadamente 8 a 10 L. Peso aproximado 3 a 3,5 kg.

Kit 03: 6 a 9 dias
01 - Canivete de múltiplas funções;
02 – Faca pequena (15 a 18 cm de lâmina);
03 - Facão;
04 - Um cantil com caneco e fogareiro portátil;
05 – Filtro portátil ou produtos de purificação de água;
06 – Lenço de brim ou algodão;
07 – Atiradeira;
08 – Kit de pesca com anzois e chumbada (5 de cada tamanho em 5 tamanhos diferentes) e linha (10 m de cada diâmetros 0.15, 0.20, 0.30 e 0.40);
09 – Kit para armadilhas com linha e argolas;
10 – Cabo de aço encapado 40 lbs;
11 – Sal, pimenta;
12 – Pacotes de sopa instantânea;
13 – Arroz de cozimento rápido;
14 - Barras de cereais;
15 - Capuchino
16 - Talheres
17 - Kit de acendimento de fogo (isqueiros, fósforos ou pederneira);
18 – Uma vela pequena;
19 – Algodão;
20 – Farolete pequeno;
21 – Bússola média;
22 – Cordas de 3 a 4 mm de diâmetro (para amarar abrigos);
23 - Rede de dormir com teto
24 – Um rolinho de filme plástico 3x3 m o mais fino possível;
25 – Antissépticos;
26 - 5 band-aids;
27 – 3 anti-térmicos;
28 – 3 anti-istamínicos;
29 – 3 Diclofenaco de potássio (ou sódio);
30 - Kit para picadas de cobras.
Levado em uma mochila de aproximadamente 15 a 20 L.

Kit 04:10 a mais dias
01 - Canivete de múltiplas funções;
02 – Faca pequena (15 a 18 cm de lâmina);
03 – Facão;
04 – Serra flexível ou garrote;
05 - 2 cantís com caneco e fogareiro portátil;
06 – Filtro portátil ou produtos de purificação de água;
07 – Lenço de brim ou algodão;
08 – Atiradeira;
09 – Kit de pesca com anzois e chumbada (5 de cada tamanho em 5 tamanhos diferentes) e linha (10 m de cada diâmetros 0.15, 0.20, 0.30 e 0.40);
10 – Kit para armadilhas com linha e argolas;
11 – Cabo de aço encapado 40 lbs;
12 – Sal, pimenta;
13 – Óleo comestível em um frasco de sal de frutas;
14 – Bacon (bem empacotado);
15 – Pacotes de sopa instantânea;
16 – Arroz de cozimento rápido;
17 - Barras de cereais;
18 - Capuchino
19 - Bolachas
20 - Panela;
21 – Talheres;
22 – Pacotes de sopa instantânea;
23 - Kit de acendimento de fogo (isqueiros, fósforos ou pederneira);
24 – Uma vela pequena;
25 – Algodão;
26 - Farolete médio com pilhas extras;
27 – Bússola média;
28 – Cordel de Ø2 a Ø3 mm;
29 – Cordas de Ø3 a Ø4 mm ;
30 - Rede de dormir com teto
31 – Um rolinho de filme plástico 3x3 m o mais fino possível;
32 – Antissépticos;
33 - 5 band-aids;
34 – 3 anti-térmicos;
35 – 3 anti-istamínicos;
36 – 3 Diclofenaco de potássio (ou sódio);
37 - Kit para picadas de cobras.
Levado em uma mochila de 30 a 40 litros

Bom. Eis aqui as minhas considerações.
Estamos abertos ao debate.
Voltar ao Topo Ir em baixo
SanchoVJR



Mensagens : 2767
Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 27
Localização : Teresina - PI

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Dom Jan 29, 2012 11:39 pm

Vou postar pra vocês (muito em breve) algumas fotos do meu kit (sempre incompleto) de sobrevivência, que simplesmente não sai de perto em viagens. Somam aproximadamente 4kg de equipamento, contando com as bolsas e tudo mais... mas como disse ainda não está completo.

Por uma questão de comodidade, vou citar pra vocês o que tem no meu kit, dai o que eu achar necessário ilustrar, posto uma foto, espero que fique bom pra todo mundo.


Facas:

1- Faca que copia a JK-1 (sem marca, de aço inox, e que nunca me deixou na mão, e já sofreu bastante... sério... sofreu muito mesmo.)

2 - Faca Guepardo (uma full tang com cabo de madeira, muito bonitinha por sinal)

3 - Canivete Victorinox Hunter

4 - Canivete Victorinox standard

Ferramentas & Lanternas

5 - Alicate multi funções

6 - Bússola Direcional

7 - Um monóculo 8x21

8 - Lanterna de cabeça 450lumens

9 - Lanterna tática 250 lumens (vou substituir pela ultrafire)

10 - Lanterna de luz amarela em "L" (ela quebra um galho louco e não maltrata a vista como as lanternas táticas de hoje em dia)

11 - espelho.

Diversos

12 - Agulha 2x

13 - Alfinete de segurança 3x

14 - 20m de linha de pesca

15 - Cabo de aço 1x 10cm

16 - Chumbada pequena e duas médias.

17 - Linha de costura (preta)

18 - 20m de linha encerada.

19 - Alguns elásticos (aqueles amarelinhos)

20 - Capa de chuva.

21 - Ziplocs em dois tamanhos 18x25 e 27x31

22 - borracha de soro(acho que já vi gente chamando de tripa de mico)

23 - alguns tocos de vela.

24 - Saquinhos de dindin (chup chup) ajuda a manter pequenos objetos secos, e longe da maresia.

25 - Pedra de magnésio e pederneira.

26 - Pilhas AAA 6x

27 - Pilhas AA 5x

28 - Protetores auditivos (par) 3x (evita que um inseto safado entre no seu ouvido e também te protege de roncos inoportunos) não é indicado usar esse protetor se você estiver sozinho e em um lugar de baixa segurança já que sua audição fica comprometida.

29 - Corda de nylon, 30m

30 - pedra pra amolar

31 - durex

32 - fita isolante

33 - 4 pregos

34 - 4 parafusos

35 - 2m de papel laminado (bem dobrado pra não ocupar espaço demasiado)

36 - fósforos

37 - isqueiro

38 - super cola

39 - teroura de unha

40 - lâminas de barbeador

41 - pinça

42 - 3 camisinhas

43 - kit de costura

44- Bandana

45- Cantil 900ml

46- Cinto tático

47- Lag pack

48- Pochete

49- Hip pack

50- mochila

Agora a parte que na minha opinião é a mais importante do kit inteiro, e que deve representar 50% dele...

Farmácia

1- Pó cicatrizante

2- Sal

3- Sabão de côco neutro (ajuda o meio ambiente e pode ser usado como shampoo)

4- Hidratante

5- Protetor solar.

6- Povidine

7- água oxigenada

8- Álcool à 70%

9- Glicerina

10- Soro Fisiológico

11- Lenços umidecidos (sim, aqueles pra limpar nenem)

12- Papel higiênico (1 rolo)

13- Bolinhas de Algodão

14- Luvas cirúrgicas

15- Gaze

16- Aturgil

17- Vaselina Sólida

18- diclofenato sódico

19- Fenergan

20- Band Aids

21- Clorin

22- atadura pequena e grande

23 - Atadura Crepom média

24- fio dental

25 - colírio

26- Neosaldina

27- Linha de Sutura

28- Agulha de sutura

29- Minancora

30- Esparadrapo ipermeável

31- esparadrapo microporoso

32- Reparil

33- Escovade dentes

34- Pasta de dente líquida (reduz o consumo de água)

35- Desodorante sem cheiro

36- Toalha mágica

Comentários:

Sei que levo muita coisa, mas já fiz caminhadas de 5h carregando todo esse equipamento, mais uma barraca, 1 muda de roupa (a farda seca rápido caso precise lavar), 2 cuecas, 2 pares de meia, uma lona, uma rede (de material de paraquedas), 1 saco de durmir e ainda tive que puxar minha namorada por alguns quilômetros quando ela quis desistir...)

É Melhor se acostumar com um certo excesso de carga, do que se torar no meio do mato.

Obs: sei que ainda falta muita coisa dêem dicas! se quiserem ver como eu levo meus equipamentos posso postar fotos, aliás, vou postar algumas em breve)






_________________
The General - Bowtech, Explorer - OMP, Arco Longo Indígena, Oneida Eagle Strike Force, Carabina AR1000 - SAG, Pistola Zoraki 5.5mm, CBC GII Standard.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.sobrevivencialismo.com
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Benjamin Discovery   Seg Jan 30, 2012 7:27 pm

Sandro muito obrigado por ajudar a montar meu kit logo completo o meu q por sinal falta muito mas com estas dicas ficou muito mais fácil.
A vc falou da atiradeira ou estilingue no PR chamam de sertra eu mesmo fiz a minha forquilha de tubos de inox ficou ótima além de bonita e como as facas de sobrevivência tem recipiente para guardar objetos útil .

Sancho camisinhas vaselina e fio dental pros mais desavisados no assunto ficou estranho rsrsrs (brincadeira)
ótimo topco parabéns...
Voltar ao Topo Ir em baixo
SanchoVJR



Mensagens : 2767
Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 27
Localização : Teresina - PI

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Seg Jan 30, 2012 7:31 pm

boa dica Queen. baladeira com tubo de alumínio.

_________________
The General - Bowtech, Explorer - OMP, Arco Longo Indígena, Oneida Eagle Strike Force, Carabina AR1000 - SAG, Pistola Zoraki 5.5mm, CBC GII Standard.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.sobrevivencialismo.com
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Benjamin Discovery   Seg Jan 30, 2012 8:21 pm

Sancho de alumínio é muito mais leve mas para alguns a solda de alumínio complicada até para mim é complicado tenho a solda só falta soldador qualificado por isto aconcelho o inox que é muito mais resistente e confiável a minha pesa em torno de 300gr.
Outra dica pra deixar seu kit bonito é seus potes caixas recipientes etc é encapar com papel contacti camuflado tem vários tipos de Camo após encapar de um calor passando por perto do fogo vai tirar as rugas de quintas e bolhas q ficarem. Encapei as caixas de alumínio q uso pra guardar pontas vanes etc e meu guarda flechas q fiz de tubo de pvc ficou muito legal .
Fica a dica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
SanchoVJR



Mensagens : 2767
Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 27
Localização : Teresina - PI

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Seg Jan 30, 2012 9:19 pm

Não gosto de camuflar equipamento de emergência por que se cair em um lugar escuro, ou se você precisar durante a noite fica bem pior de mexer, e identificar o que é oquê.

Já estive em uma situação terrível em que uma faca (Amazon da Guepardo) caiu entre duas pedras e já estava ficando escuro, resumo da ópera, marquei o lugar com uma faixa laranja neon, e voltei durante a manhã pra resgatar a maldita faca que havia ficado invisível.

depois desse sufoco, dei a faca pro meu primo...


Minha backpack é verde oliva, minha pochete é preta, e minha lagpack é preta, por mais que elas sejam relativamente grandes, em nada atrapalham a minha camuflagem, sempre saio com elas e nunca tive problema de bicho me ver.

Ou seja, não recomendo que andem completamente camuflados, os produtos ficam mais caros e simplesmente não é necessário, se você for com mochila cor de madeira ou verde oliva, vai ficar muito bem camuflado... se for pra espantar algum bicho vai ser culpa do seu cheiro e não da sua aparência, até pq bicho n anda olhando pra cima de árvore.

_________________
The General - Bowtech, Explorer - OMP, Arco Longo Indígena, Oneida Eagle Strike Force, Carabina AR1000 - SAG, Pistola Zoraki 5.5mm, CBC GII Standard.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.sobrevivencialismo.com
jorge_wiendl



Mensagens : 2381
Data de inscrição : 25/08/2009
Localização : Piracicaba/SP

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 8:00 am

O problema de andar camuflado em trilhas e trekking é que se voce sofrer um acidente somente vão te achar de duas maneiras: pelo cheiro de decomposição ou pelos urubus....

Isso vale principalmente para quem vai acampar com crianças, usem roupas que sejam facilmente localizaveis (azul celeste, laranja, amarelo, etc).

_________________
Nunca tive um hoyt por causa do som de violão desafinado na chuva sendo tocado por um gato manco no cio!

I walk through the valley of the shadow of death, I will fear no evil because I am the baddest motherfucker in the goddamn valley!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mamute-sc
General
General


Mensagens : 7330
Data de inscrição : 24/08/2010
Idade : 48
Localização : São Carlos - SP - Brasil

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 1:29 pm

valeu pelo tópico Sandro, Jorge faz tempo q estou para te perguntar como vc faz filtros de água, já vi vc falando sobre isso em outro tópico e faz tempo q estou para te perguntar

ahhhhh ia esquecendo, vc esqueceu de mencionar a sua cor preferida pink fosforecente
Voltar ao Topo Ir em baixo
jorge_wiendl



Mensagens : 2381
Data de inscrição : 25/08/2009
Localização : Piracicaba/SP

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 2:31 pm

Mamute-sc escreveu:
valeu pelo tópico Sandro, Jorge faz tempo q estou para te perguntar como vc faz filtros de água, já vi vc falando sobre isso em outro tópico e faz tempo q estou para te perguntar

ahhhhh ia esquecendo, vc esqueceu de mencionar a sua cor preferida pink fosforecente

Pink fosforescente, Azul Calcinha e Verde limão são as melhores cores para penas! rs rs rs Ocê só perde a flecha se for muito nó-cego!

Filtro para agua tem esses straw da vida que resolvem, senão parte pra filtragem quimica (hipoclorito de sodio) que tambem resolve. Agora se for coisa para ficar mais tempo, ou em condição de emergencia tem os metodos da fervura, filtragem na areia, desinfecção por UV e carvão ativado.



_________________
Nunca tive um hoyt por causa do som de violão desafinado na chuva sendo tocado por um gato manco no cio!

I walk through the valley of the shadow of death, I will fear no evil because I am the baddest motherfucker in the goddamn valley!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mamute-sc
General
General


Mensagens : 7330
Data de inscrição : 24/08/2010
Idade : 48
Localização : São Carlos - SP - Brasil

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 6:52 pm

é q a um tempo atrás li em outro tópico q vc estava testando algumas possibilidades de purificação de água, achei q vc estivesse tentando algo novo e de fácil uso no caso de ficar perdido no meio do mato

abração
Voltar ao Topo Ir em baixo
SanchoVJR



Mensagens : 2767
Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 27
Localização : Teresina - PI

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 6:59 pm

jwiendl escreveu:
Mamute-sc escreveu:
valeu pelo tópico Sandro, Jorge faz tempo q estou para te perguntar como vc faz filtros de água, já vi vc falando sobre isso em outro tópico e faz tempo q estou para te perguntar

ahhhhh ia esquecendo, vc esqueceu de mencionar a sua cor preferida pink fosforecente

Pink fosforescente, Azul Calcinha e Verde limão são as melhores cores para penas! rs rs rs Ocê só perde a flecha se for muito nó-cego!

Filtro para agua tem esses straw da vida que resolvem, senão parte pra filtragem quimica (hipoclorito de sodio) que tambem resolve. Agora se for coisa para ficar mais tempo, ou em condição de emergencia tem os metodos da fervura, filtragem na areia, desinfecção por UV e carvão ativado.



Jorge Fact's :

1- O Kit de sobrevivên cia do jorge contem apenas três itens:

3m de barbante
1 faca
1 faixa de cabelo

Com a faixa ele mantem o cabelo preso, com a faca e o barbante ele constrói todo o resto que for necessário.

_________________
The General - Bowtech, Explorer - OMP, Arco Longo Indígena, Oneida Eagle Strike Force, Carabina AR1000 - SAG, Pistola Zoraki 5.5mm, CBC GII Standard.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.sobrevivencialismo.com
Sandro



Mensagens : 463
Data de inscrição : 14/11/2010
Idade : 50
Localização : Naviraí - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 8:40 pm

Putz grila Sancho. Então o Jorge é o cara em matéria de sobrevivência.
Se ele consegue fazer tudo de que precisa, então ta salvo do fim do mundo, que afinal é esse ano. KKKKKKKKK.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Roos



Mensagens : 472
Data de inscrição : 24/09/2011
Idade : 25
Localização : Maracaju - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 8:49 pm

Sandro escreveu:
Putz grila Sancho. Então o Jorge é o cara em matéria de sobrevivência.
Se ele consegue fazer tudo de que precisa, então ta salvo do fim do mundo, que afinal é esse ano. KKKKKKKKK.

OOOoo vizinho para com isso rapaz, ta cedo pra fim do mundo! mais se for mesmo por falta de alimento ou algo assim esse povo do fórum vai tudo vira RAMBO kkkkkkkk...
Voltar ao Topo Ir em baixo
SanchoVJR



Mensagens : 2767
Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 27
Localização : Teresina - PI

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 8:59 pm

Cara, minha lista pro fim do mundo inclúi localizar o Jorge, as chances de sobrevivência serão maiores de fato.

_________________
The General - Bowtech, Explorer - OMP, Arco Longo Indígena, Oneida Eagle Strike Force, Carabina AR1000 - SAG, Pistola Zoraki 5.5mm, CBC GII Standard.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.sobrevivencialismo.com
Jean Roos



Mensagens : 472
Data de inscrição : 24/09/2011
Idade : 25
Localização : Maracaju - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 9:02 pm

SanchoVJR escreveu:
Cara, minha lista pro fim do mundo inclúi localizar o Jorge, as chances de sobrevivência serão maiores de fato.

o Jorge ele pega um bambu e uma corda e não faz só um arco ele faz uma Stryker 380 da bowtech com quiver, 6 flechas e 6 pontas de caça! (acho q eh assim q escreve)....


Última edição por Jean Roos em Ter Jan 31, 2012 9:11 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandro



Mensagens : 463
Data de inscrição : 14/11/2010
Idade : 50
Localização : Naviraí - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 9:09 pm

Caracas meu.
E ai Jorge cê é o cara mesmo ou essa molecada tá te zoando.
Do jeito que o Mamute falou acho que não é zoação não.
Dá umas dicas ai pra gente sobre esse assunto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Roos



Mensagens : 472
Data de inscrição : 24/09/2011
Idade : 25
Localização : Maracaju - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 9:25 pm

o Jorge vc não pode apenas chamar ele, temos que invoca-lo com as forças ocultas do universo...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
desculpa mais eu não me aguento
Voltar ao Topo Ir em baixo
thunder_ot



Mensagens : 233
Data de inscrição : 01/05/2011
Idade : 40
Localização : Campo Grande - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 10:38 pm

Caríssimos, como o Sancho já falou, eu adicionaria uma lanterna de cabeça ao kit pois são muito práticas e quebram um galhão quando vc precisa trabalhar com ambas as mãos.
Outra coisa que acho muito boa é o cinto NA, no meu caso, com um hip pack (onde carrego de tudo um pouco), cantil, lanterna tática e minha faca BK2.
Sancho, uma coisa que comprei para minha digníssima é uma mochila de hidratação com reservatório de 2l da doite, apesar do preço (comprei no paraguas), é muito útil e cabe bastante coisa dentro... além de ter um perfil baixo e ficar bem ajustada ao corpo. Uso essa mochila para carregar minhas tralhas de sobrevivência e mais 2l de água adicionais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
SanchoVJR



Mensagens : 2767
Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 27
Localização : Teresina - PI

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Ter Jan 31, 2012 10:52 pm

Eu abri mão da mochila de hidratação, e uso uma normal , levo além do cantil de 900ml, uma garrafa pet de 1l .

_________________
The General - Bowtech, Explorer - OMP, Arco Longo Indígena, Oneida Eagle Strike Force, Carabina AR1000 - SAG, Pistola Zoraki 5.5mm, CBC GII Standard.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.sobrevivencialismo.com
jorge_wiendl



Mensagens : 2381
Data de inscrição : 25/08/2009
Localização : Piracicaba/SP

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Qua Fev 01, 2012 9:41 am

Só tô imaginando andar 20Km com os kits que voces tão colocando....

Ou vai acampar a cavalo ou o burro de carga é voce.... rs rs rs

Peso é o mais importante, não adianta nada ter um kit ultra-mega-power-fucker e não conseguir carrega-lo.

Eu colocaria como basico uma ou duas garrafas PET de 2 litros transparentes, são leves faceis de levar e podem ser utilizadas para esterilização de agua atraves de UV (deixar no sol por 2 dias).

_________________
Nunca tive um hoyt por causa do som de violão desafinado na chuva sendo tocado por um gato manco no cio!

I walk through the valley of the shadow of death, I will fear no evil because I am the baddest motherfucker in the goddamn valley!
Voltar ao Topo Ir em baixo
SanchoVJR



Mensagens : 2767
Data de inscrição : 07/04/2011
Idade : 27
Localização : Teresina - PI

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Qua Fev 01, 2012 1:06 pm

jwiendl escreveu:
Só tô imaginando andar 20Km com os kits que voces tão colocando....

Ou vai acampar a cavalo ou o burro de carga é voce.... rs rs rs

Peso é o mais importante, não adianta nada ter um kit ultra-mega-power-fucker e não conseguir carrega-lo.

Eu colocaria como basico uma ou duas garrafas PET de 2 litros transparentes, são leves faceis de levar e podem ser utilizadas para esterilização de agua atraves de UV (deixar no sol por 2 dias).

Faço isso com ziploc, é bem mais leve e vem em embalagem de 17.

_________________
The General - Bowtech, Explorer - OMP, Arco Longo Indígena, Oneida Eagle Strike Force, Carabina AR1000 - SAG, Pistola Zoraki 5.5mm, CBC GII Standard.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.sobrevivencialismo.com
Sandro



Mensagens : 463
Data de inscrição : 14/11/2010
Idade : 50
Localização : Naviraí - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Qua Fev 01, 2012 9:37 pm

O Jorge, que maldade.
Pesando esse material por aproximação, esse kit maior não dá nem 7 km (na verdade 5,200, mas eu joguei mais uma margem de erro), e olha que eu coloquei sopa instanânea duas veses.
Ehehehehe.
Ná moxila que tenho tem um hidro bag pra dois litros extra além dos cantis e ainda tem um compartimento externo pra uma garrafa d'água de mais 1 litro só que água pesa demais, então é sempre bom levar meios pra purificá-la na hora.
Você já testou essa purificação por raios uv, eu não tenho coragem de tomar água assim não. Sei lá, se fosse assim, as bactérias dos rios morriam sozinhas pois estão diretamente sendo bombardeadas por uv.
Outra coisa, pra quem quer fazer um filtro muito bom, basta moer carvão e colocar em um gomo de bambu forrado com tecido e com um furinho no nó que deve ficar para baixo. Quanto mais socado o carvão dentro do bambu, melhor a qualidade da água. Tira partículas e o gosto ruim, mas não elimina as bactérias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
thunder_ot



Mensagens : 233
Data de inscrição : 01/05/2011
Idade : 40
Localização : Campo Grande - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Qua Fev 01, 2012 10:12 pm

Tem um video no youtube do Colhane, companheiro do Giutoniolo, onde ele mostra como fazer um filtro caseiro. Lembrar que após a filtragem a água deve ser tratada quimicamente ou fervida.
ps, no canal dele tem mais um monte de video sobre buschcraft e afiação de facas.
http://www.youtube.com/watch?v=m8VQk4isaOM&feature=plcp&context=C3e432acUDOEgsToPDskKhnz-OWmWEM4U-OL6mqdBD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandro



Mensagens : 463
Data de inscrição : 14/11/2010
Idade : 50
Localização : Naviraí - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Qua Fev 01, 2012 10:30 pm

Eu vi esses vídeos do Colhane, são realmente bons e ele explica direitinho. O vídeo sobre afiação mesmo, eu afio exatamente como ele aprendi com o meu velho pai e tem funcionado.
Eu já sabia como fazer filtros antes pois a minha avó já havia me ensinado como tirar impureza e gosto ruim da água e como fazer óleo pra lamparina (e a própria lamparina) e sabão também. É muito interessante conversar com as pessoas mais velhas porque elas tratam dessas coisas como se fosse algo assim, cuotidiano, o que na verdade era pra eles na época deles, a nossa geração é que só aprendeu a ir buscar tudo no mercado. Pra eles o mercado era a natureza e eu acho isso o máximo. Vivo dizendo que nasci na época errada. vim nascer numa época em que tudo é proibido. Fazer o que né. Ehehehe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandro



Mensagens : 463
Data de inscrição : 14/11/2010
Idade : 50
Localização : Naviraí - MS

MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Sab Fev 04, 2012 10:51 pm

O Mamute me perguntou como fazer um sugador de veneno de cobra e eu vou postar umas fotos agora que mostram como se faz, infelizmente não no prazo prometido como já é de costume, mas enfim...
Primeiro: Compre duas seringas de 20 ml (R$2,00 cada)

Segundo: Corte a ponta das seringas o mais reto e rente possivel com a ponta.

Terceiro: Corte a parte protuberante da base da seringa, ao lado da parte que se usa para
enroscar o dedo e dar fixação para empurrar o êmbolo.
Não corte a parte onde se coloca o deco, só a borda onde existe uma protuberância que não é usada para que se possa colocar uma seringa ao lado da outra sem que estas partes atrapalhem na hora de colar.

Quarto: Cole uma seringa ao lado da outra como mostrado.


Quinto: Lixe as pontas das seringas para que não fique rebarbas e fique o mais retas possível

Sexto: Lixe suavemente a parte de dentro da boca da seringa, mas primeiro coloque o êmbolo dentro e empurre até o fim e perceba onde é o ponto máximo que quer que ele vá pois se passar dali, vai ficar protuberante para fora e pode até, em momento de estresse, vir a sair da seringa, sendo difícil e demorado para recolocá-lo na posição da sucção. Veja onde é o ponto e passe a lixa até este ponto por dentro da seringa, assim, a rugosidade vai fazer com que o êmbolo não ultrapasse para a frente disto, ficando sempre em posição ideal na hora do aperto.
No caso da seringa de 20 ml, isso fica por volta do tracinho de 4 a 5 ml é bem suficiente.


Sétimo e último passo: Faça o teste colocando a seringa na perna e fazendo a sucção. Ficará espantado ao perceber que ela tem força para puxar uma grande quantidade de pele e tecido adiposo para dentro dela e, caso tenha alguma ferida aberta ali, puchará também sangue e veneno, se esse for o caso.


Nestas últimas fotos, usei a minha filha como cobaia.
Obrigado filha por ter "espontaneamente" me servido de cobaia.
Pode se fazer esse sugador de veneno com apenas uma seringa, mas com duas garante uma maior área e se as presas da cobra forem separadas, pode ser impossível succionar com uma seringa só.
Desculpem por estas últimas fotos não estarem muito boas mas foram feitas agora à noite e a luz amarela não é muito boa de câmaras de celulares.
As cobras maiores e mais venenosas costimam injetar cerca de uma a três gotas de veneno nas presas, mas issi se não ficarem enroscadas na calça ou outra coisa, dai fazem diversos ferimentos menores e todos contaminados. Antigamente era recomendado cortar e succionar com a boca o local, mas hoje os médicos dizem que se você fizer isso estará ajudando o veneno a ir mais fundo e talvez até a atingir uma artéria maior e ter mais eficiência, então, não corte, apenas coloque o sugador e puxe o êmbolo e sairá uma pequena quantidade de sangue contaminado, mas isso já é melhor que deixar o veneno todo lá dentro e também é bem melhor que fazer torniquete pois com ele o veneno ainda continuará a agir na parte isolada, causando a perda do membro e a morte depois de alguns dias de muito sofrimento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Como montar um kit de acampamento.   Hoje à(s) 1:33 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Como montar um kit de acampamento.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Como montar espaçadores..
» [DICAS] Como montar/ter uma moto de pista?
» Os Passos Para montar os vidros das portas nos elevadores. Como fazer
» [DÚVIDA] - Como montar o cinto de segurança traseiro retrátil?
» [DÚVIDA] - Como montar Setas Conjugadas como o Fusion ou Fiesta?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
ARCO BRASIL :: Outros setores :: Camping e Bushcraft-
Ir para: